A alimentação e os efeitos da TPM no organismo feminino

Confira as mudanças na alimentações que podem influenciar e ter efeitos positivos e negativos na TPM dentro do organismo feminino


São muitos os comentários em torno da famosa TPM, a Tensão Pré Menstrual que prejudica muitas mulheres diariamente. No entanto, muitas são as causas do aumento desse problema, como estresse, correria, mudanças hormonais e até mesmo a alimentação. São precisos alguns cuidados para amenizar os sintomas da TPM, já que é bastante comum as mulheres ficarem mais nervosas e irritadas no período que antecede à menstruação.

Acontecem alterações do humor, ansiedade, vontade de chorar, entre outros sintomas que podem ser amenizados com alguns alimentos.

Alimentação e a TPM

Durante esse período, é indicado consumir alimentos ricos em cálcio e vitamina B6, uma vez que esses nutrientes acabam sofrendo uma queda durante o período, favorecendo o desconforto. Consuma bastante leite e derivados, além de folhosas verdes, carnes, lentilha, feijão, grãos integrais, banana e levedo de cerveja.

A alimentação e os efeitos da TPM no organismo feminino

Foto: Reprodução/ internet

É também bastante importante inserir na alimentação alguns elementos ricos em fibras, ajudando a eliminação do bolo fecal, mas também do estrogênio, que é o hormônio relacionado à TPM. A prática de exercícios associados à boa alimentação ajuda também a amenizar os sintomas.

Aquela sensação de depressão e desanimo associada à TPM deve ser evitada com o consumo da vitamina B12, que pode ser encontrada em carnes vermelhas, laticínios, ovos, fígado, peixe e frutos do mar. A vitamina C também está associada ao controle da tensão emocional e do estresse, e pode ser encontrada na laranja, limão, kiwi, acerola, abacaxi, morango, entre outros alimentos. Ainda associado ao combate à esses sintomas, está o magnésio, que combate à tristeza, irritabilidade e nervosismo, e pode ser encontrado em alimentos como as folhas verde-escuras, brotos germinados, arroz integral, gergelim, grão de bico e amêndoas.

Alimentos prejudiciais

Assim como temos alimentos que ajudam a melhorar os sintomas da TPM, têm alguns que prejudicam, intensificando-os. Isso acontece, por exemplo, com o consumo de doces em geral, que acabam levando à queda de cálcio, vitamina B6 e magnésio, o que aumenta a ocorrência da ansiedade e das alterações de humor.

Os alimentos ricos em gordura devem ser evitados também nesse período, uma vez que aumentam a produção de estrogênio favorecendo o aparecimento de espinhas. O consumo de sal deve ser diminuído por aquelas mulheres que já tem problemas com retenção de líquidos e edema, e deve ser aumentado o consumo de água, chás e alimentos diuréticos.


Reportar erro