A ocorrência e as consequências dos raios

Será que as pessoas podem realmente atrair os raios como dizem por aí? Descubra o que são e saiba como se proteger dos raios


Você já deve ter ouvido falar por aí que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar, certo? Mas essa afirmação está totalmente equivocada: um raio pode cair mais de uma vez em um lugar sim. O que muita gente não sabe também é se as pessoas realmente atraem os raios. Para entender isso, vamos aprender como os raios são transportados.

Raios

O raio é uma descarga elétrica produzida entre o contato das nuvens de chuva durante uma tempestade. Com o atrito, a carga é gerada e precisa ser descarregada na terra, o que faz com que enxerguemos os raios chegando ao chão.

Estes, portanto, procuram pontos altos para chegar mais rapidamente à terra, sendo automaticamente atraídos por elas. Portanto, não se trata exatamente de pessoas atraírem ou não os raios, mas sim pontos altos.

Raios

Foto: Pixabay

A probabilidade, no entanto, de uma pessoa ser atingida por um raio, varia de acordo com a situação em que ocorre, mas são bem reduzidas na maioria dos casos. Mesmo que você tenha um marca-passo, pino ou estruturas metálicas pelo corpo, como dizem as más línguas, não atrairá os raios. O que pode acontecer, na realidade, é a exposição.

Por exemplo, em um dia de tempestade com raios, você deve evitar ir aos topos de prédios e campos de futebol, pois são locais em que você estará exposto a uma grande altura, ou um local amplo e baixo em que você será o ponto mais alto. Isso fará de você o objeto mais condutor ao seu redor, aí sim atraindo o raio.

Outro fator que pode atrair os raios, por exemplo, é andar com objetos metálicos grandes, como é o caso do guarda-chuva.

Consequências de ser atingido por raios

Apesar de ser um fato que assusta a todos, os casos de pessoas atingidas por raios que são considerados fatais estão entre 5 e 10% somente. A corrente elétrica liberada por raios pode, no entanto, trazer problemas neurológicos e queimaduras, o que pode afetar diretamente a saúde e a coordenação motora.

Como se proteger dos raios

Quando perceber que o tempo está fechando com nuvens bastante carregadas, procure ficar longe das ruas. Mesmo que a chuva ainda não tenha começado, procure abrigo, ok? Além disso, é importante lembrar que os raios também caem sem que esteja chovendo.

Se precisar se deslocar para se manter protegido, evite correr. Andando você está exposto, mas ao correr, você aumenta a sua exposição, pois seus pés, a cada passo, estarão colhendo a eletricidade estática que está presente no solo 10 vezes mais do que se estivesse andando, aumentando também a probabilidade de ser atingido por um raio.

Ande próximo aos prédios, pois as construções normalmente têm para-raios, que servem justamente para atrair os raios. Se estiver em locais abertos e planos, como a praia, por exemplo, saia imediatamente, mas sem agitar-se demais. Não abrigue-se de forma alguma embaixo de guarda-sóis e, se o abrigo estiver muito distante, deite-se no chão e aguarde até a tempestade terminar, ficando imóvel.

Uma excelente forma de proteger-se é acomodando-se dentro do carro com portas e janelas fechadas, mas sempre tomando cuidado para não tocar em superfícies metálicas, pois isso pode causar uma descarga elétrica.


Reportar erro