A origem dos seres vivos

Como ocorreu a origem dos seres vivos? A Teoria da Evolução explica tudo de um modo sensato, mas ela não é a única que explica a vida na Terra


Questionamentos sobre a origem da Terra, dos seres vivos e tudo o mais foram feitos durante séculos (e ainda são, apesar de todos os estudos realizados até hoje), o mistério que antes rondava isso tudo vem sendo desvendado, porém, talvez nunca possamos saber tudo com precisão. A origem dos seres vivos, por exemplo, era um mistério que foi “resolvido” após várias teorias, mas os detalhes são quase impossíveis de serem descobertos. Na base da dedução e com alguns experimentos, foi assim que descobriram um pouco mais sobre a origem da vida na Terra.

A origem dos seres vivos - Panspermia

Panspermia – Teoria que defende que a origem da vida na Terra é proveniente de outros planetas. | Foto: Reprodução

A Terra se formou, aproximadamente, há 4,6 bilhões de anos e no começo, não tinha condições de abrigar ser vivo algum, era completamente hostil. Contudo, como tudo na vida, a Terra passou por transformações e foi, aos poucos, criando um ambiente mais convidativo, dando condições ao surgimento da vida – água em estado líquido, moléculas inorgânicas, fonte de energia para reações químicas, etc. Existem quatro teorias principais sobre a origem dos seres vivos.

As teorias da origem dos seres vivos

  • Teoria da abiogênese ou Teoria da Geração Espontânea: esta teoria, já derrubada pelos cientistas, defendia que os seres vivos eram originados de matéria bruta de forma espontânea. Obviamente, estudos comprovaram que esta teoria estava completamente errada.
  • Teoria da biogênese: esta teoria surgiu para contestar a abiogênese, defendendo que os seres vivos só se originam de outros seres vivos preexistentes.
  • Panspermia: esta teoria defende que a vida na Terra começou a partir de seres vivos ou substâncias provenientes de outros locais do universo, como se tivesse se originado em outros planetas e vieram parar na Terra através dos meteoritos – que, aliás, realmente possuem moléculas orgânicas, tornando provável esta teoria para aqueles que acreditam e defendem.
  • Teoria da evolução química ou teoria da evolução molecular: talvez a teoria mais defendida pelos cientistas, esta diz que a vida teria surgido de um processo de evolução química, onde compostos inorgânicos ensaiaram combinações até originarem moléculas orgânicas simples, que também se combinaram, produzindo moléculas mais complexas até conseguirem chegar aos primeiros seres vivos.

As teorias panspermia e da evolução não entram em conflito e em alguns pontos, seus defensores concordam. Por isso, são as mais defendidas e com mais chances de serem verídicas.

A Terra primitiva

Apesar das teorias defendidas, já se tem algo quase conclusivo: a Terra foi de ambiente hostil a um ambiente receptivo com algumas mudanças. Os gases hostis foram diminuindo aos poucos, a camada de ozônio surgiu, a temperatura amenizou ao ponto de se formarem chuvas, os mares foram transformados em um imenso caldeirão nutritivo… tudo isso influenciou e ajudou na formação dos seres vivos na Terra.

No começo, eram apenas seres vivos estruturalmente e fisiologicamente mais simples, com apenas um célula extremamente simples. Aos poucos, as células deixaram o molde procarionte e partiram para as eucariontes, com organelas que ajudariam ainda mais na evolução dos seres vivos. Em resumo, estes fatos favorecem a teoria da evolução, que defende todo esse processo narrado, mas alguns cientistas ainda não se “renderam” e também não negam a panspermia, por falta de provas conclusivas.


Reportar erro