Analista de sistemas

Você já ouviu falar sobre o profissional analista de sistemas? Descubra o que ele faz, quais as atribuições dentro de uma empresa e mais sobre a profissão


O título de analista de sistemas é dado ao profissional que é encarregado de sistematizar informações ou, falando de forma mais simples, é aquele que estuda os processos computacionais de modo a encontrar a forma mais racional e melhor para processar a informação.

Seu trabalho é feito por meio do desenvolvimento de soluções aplicadas pelo computador que serão baseadas na conexão entre o usuário, o programa e o equipamento.

Áreas de atuação

O profissional dessa área pode atuar como administrador de banco de dados, gerente de redes de médio e pequeno porte, projetista e engenheiro de programas, professor de informática, desenvolvedor de projetos pedagógicos, consultor de equipamentos, programas e processos informatizados, administrador das informações em uma empresa.

Analista de sistemas

Foto: Reprodução/ internet

O profissional dessa área tem entre as suas atividades diárias a criação de produtos e serviços inovadores computacionais, além da administração de projetos, suporte aos usuários, organização e planejamento do processamento, armazenamento, disponibilidade e recuperação das informações, gerenciamento do fluxo de informações geradas e espelhadas pelas redes de computadores dentro de uma empresa, identificação dos requisitos, especificação, análise, programação e projetos do sistema, testes, implantação e acompanhamento dos sistemas solicitados pelo usuário.

Características

O profissional deve ter algumas habilidades e características:

– domínio da língua inglesa – a tecnologia de ponta usa expressivamente esse idioma ao redor do mundo e, por isso, deve-se ter conhecimento para consultar materiais atualizados –;

– ter uma visão sistêmica – ampla e clara diante dos objetivos da empresa, melhorando sua eficácia e competitividade –;

– bom relacionamento interpessoal, sabendo se comunicar de forma empática entendendo bem as necessidades dos clientes;

– liderança e capacidade de motivar aos outros colaboradores;

– raciocínio lógico e rápido;

– facilidade com números e senso analítico;

– trabalhar com desenvolvimento em internet, entre outras tecnologias;

– graduação na área;

– conhecimento em banco de dados;

– conhecimento em desenvolvimento de sistemas.

Mercado de trabalho

A demanda por profissionais dessa área está sempre em alta e normalmente sobram vagas tanto no setor público quanto no setor privado, uma vez que todas as organizações precisam de sistemas informatizados para controlar os gastos, emissões de notas fiscais, entre muitos outros processos.

Há um mercado em crescimento, também, para quem quer atuar como autônomo, principalmente para o desenvolvimento de aplicativos para smartphones. Algumas empresas estrangeiras estão de olho nos profissionais dessa área, pois o profissional brasileiro é considerado qualificado e com grande potencial para trabalhar em equipe.


Reportar erro