Arcaísmo

O arcaísmo pode ser linguístico ou literário. Essa palavra é de origem grega, que significa uma palavra ou expressão antiga a qual já caiu…


O arcaísmo pode ser linguístico ou literário. Essa palavra é de origem grega, que significa uma palavra ou expressão antiga a qual já caiu em desuso. Quando esse vício de linguagem é utilizado no cotidiano pode prejudicar a comunicação, pois dificulta a compreensão do texto, já que poucas pessoas conhecem a palavra ou expressão. Mesmo sendo palavras antigas e que normalmente não são usadas, boa parte dos arcaísmos encontram-se nos dicionários. Então em caso de dúvida é possível recorrer ao dicionário para verificar o significado dessas palavras.

Arcaísmo

Foto: Reprodução

Arcaísmo linguístico

Quando em certos lugares as pessoas utilizam algumas expressões ou palavras que caíram em desuso dizemos que ocorreu um vício de linguagem que se classifica como arcaísmo linguístico. Neste caso há traços fonéticos, morfológicos, sintáticos e léxicos que são conservadores e antigos na nossa língua.

Exemplos

  • Vosmecê – que hoje falamos você
  • Ceroula – que hoje chamamos de cueca
  • Quiçá – que hoje falamos talvez
  • Apalermado – que hoje chamamos de bobo

Há palavras que ainda não são consideradas arcaísmo, mas com a diminuição do seu uso é bem provável que futuramente também cairão em desuso e serão arcaísmos, como o uso do pronome vós – que está sendo substituído por vocês -, a mesóclise do pronome oblíquo (ter-se-ia, levantar-nos-emos), o pretérito mais que perfeito (cantara, fizera, comera).

Arcaísmo literário

O arcaísmo literário se encontra em obras literárias. Este tipo de arcaísmo é muito utilizado pelos escritores para causar alguns efeitos estilísticos, tornando o texto mais solene, culto, rebuscado e imponente. É importante observar que quando as palavras ou expressões são propositais há o arcaísmo, porém se o texto for antigo e as palavras utilizadas nele forem da época não se trata de arcaísmo.

Olavo Bilac, que foi um dos poetas brasileiros mais importantes do Parnasianismo, utilizava muito o arcaísmo. Uma das principais características da poesia parnasiana era exatamente essa, pois os escritores parnasianos utilizavam um vocabulário erudito e de difícil compreensão. Outros escritores que também utilizavam o arcaísmo literário foram: Machado de Assis, Eça de Queiroz e Simões Lopes Neto.

O arcaísmo literário é o oposto do neologismo e consiste no uso de palavras e expressões que já não são mais utilizadas com frequência.

Exemplos

Língua portuguesa

Última flor do Lácio, inculta e bela,
És, a um tempo, esplendor e sepultura:
Ouro nativo, que na ganga impura
A bruta mina entre os cascalhos vela…

Amo-te assim, desconhecida e obscura,
Tuba de alto clangor, lira singela,
Que tens o trom e o silvo da procela
E o arrolo da saudade e da ternura!

Amo o teu viço agreste e o teu aroma
De virgens selvas e de oceano largo!
Amo-te, ó rude e doloroso idioma,

Em que da voz materna ouvi: “meu filho!”
E em que Camões chorou, no exílio amargo,

O gênio sem ventura e o amor sem brilho!

Olavo Bilac

Como você pode observar, as palavras em negrito são arcaísmos, muitas pessoas não sabem o que significam devido a essas palavras não serem mais utilizadas com frequência, porém podemos encontrar o significado delas no dicionário.


Reportar erro