Arquitetura gótica

Surgida no final do Renascimento, possivelmente criada por Giorgio Vassari, a arquitetura gótica se passou em terras do continente europeu. Confira!


A arquitetura gótica é uma forma de expressão que esteve inserida na arquitetura românica, vigente no continente europeu no século X, e na renascentista, que foi responsável por uma ruptura muito importante na história da arte de projetar e construir edifícios. A mesma surgiu apenas no final do Renascimento, possivelmente criada por Giorgio Vassari, com uma conotação pejorativa para comparar com o estilo clássico. Na época, o gótico era considerado bárbaro, monstruoso, cujo nome deriva dos godos.

Como surgiu

A arquitetura gótica surgiu no final do século XII, no norte do continente europeu, mais precisamente no norte da França. Esse estilo se disseminou por toda a Europa Ocidental vigorando até o século XV no território italiano.

O núcleo central da arquitetura gótica é o arco de ogiva, embora ele também esteja presente em outras arquiteturas. Esse elemento predomina, principalmente, nas regiões mais influenciadas pelos mouros. Desta forma, ele pode ser facilmente encontrado na catedral românica de Monreale, no românico espanhol e até no estilo provençal.

Estilo se disseminou por toda a Europa Ocidental, vigorando até o século XV

Foto: Pixabay

Principais características

Uma das principais características desse estilo é o arcobotante, que facilitou a grande altura de algumas catedrais góticas. A ogiva é o marco desse estilo. As catedrais góticas eram decoradas com motivos da flora e da fauna e com alguns monstros (gárgulas). Caracterizada pela suntuosidade das construções, era ligada ao caráter religioso do estilo, com o passar dos séculos foi de expandindo pelo continente.

Foi produto da cultura cristã e refletia a mentalidade da Idade Média e da doutrina teocêntrica. Como foi desenvolvida a partir das construções do estilo românico e renascentista. A arquitetura gótica possuía algumas semelhanças, a românica caracterizava-se por abóbadas arredondadas que eram sustentadas por arcos semicirculares e, devido a isso, era preciso ter grandes e pesadas estruturas para que se mantivessem de pé. Procurando encontrar soluções, arquitetos normandos, que inicialmente desenvolveram a arquitetura gótica, elaboraram uma técnica que fazia com que as estruturas se tornassem mais leves.

Na arquitetura gótica, as construções eram feitas, principalmente, nas catedrais, igrejas próprias dos bispos. Os arquitetos desse estilo desenvolveram as abóbodas ogivais, que davam uma maior dimensão às naves centrais e laterais das catedrais. E para sustentá-las foram construídos arcos ogivais, formados a partir da junção de dois seguimentos de círculos.

Construções da arquitetura gótica

A primeira obra do estilo gótico, a Basílica de Saint-Denis, foi construída na França, em Ile-de-France, atualmente é Paris, que teve início em 1132. Já a mais famosa é a catedral de Notre-Dame, também localizada na capital da França. Ainda no século XII, foram construídas várias catedrais francesas, de Sens, Senlis, Noyon, Laon.

Em 1194 começa a ser construída a catedral de Chartres e, a partir do século XIV, começam a ser construídas catedrais em outros países como Espanha, Inglaterra, Alemanha e Itália.


Reportar erro