Artigos definidos e indefinidos

Aprenda a usar artigos definidos e indefinidos da melhor maneira


Os artigos são a referência do substantivo. Quando quer determinar o substantivo, é imprescindível que o artigo seja usado, sendo ele definido ou indefinido.

Quando usado de maneira correta, o artigo determina o gênero (se é masculino ou feminino) e o número (se é no singular ou no plural) do substantivo, mantém a coesão no texto e realça algumas particularidades.

Artigos definidos

São eles: O, OS, A e AS. Têm como objetivo individualizar, destacar ou determinar um ser ou um objeto de maneira precisa. Veja os exemplos:

Artigos definidos e indefinidos

Imagem: Estudo Prático

Viajei com o médico. (O médico já era conhecido, determinado)
O computador estragou. (O objeto é o único do local)
Conversei com as meninas. (Os seres já são de conhecimento do falante)

O artigo definido também pode ser usado para mencionar uma espécie. Usa o singular para demonstrar a pluralidade. Entenda melhor com os exemplos:

O homem é um ser mortal. (“O homem” indica todos os seres humanos)
Dizem que o brasileiro é alegre. (“O brasileiro” indica todo povo brasileiro)

Artigos indefinidos

São eles: UM, UNS, UMA e UMAS. Têm como objetivo determinar de um jeito vago um objeto ou um ser em questão. Veja alguns exemplos:

Viajei com um médico. (Um médico não referido, desconhecido)
Um computador estragou. (Pode ter sido qualquer computador do lugar)
Conversei com umas meninas da rua. (Algumas das várias meninas que existem na rua)

Se o uso dos artigos for de forma frequente, pode deixar a frase um pouco estranha. Veja:

– Sou muito feliz por ter uns pais como vocês.
Meu irmão ganhou uns lindos brinquedos.

Nesse caso, é melhor usar pronomes de sentido indefinido, como “certo”, “tal” e “outro”. Veja:

Acabei não mencionando (um) outro acontecimento.
Encontrei (uma) certa resistência quando sugeri a realização da palestra.

Cuidado ao utilizar os artigos!

Dependendo de onde é colocado, o artigo muda a palavra seguinte de classe. Veja os exemplos abaixo:

– O cantar da cantora francesa é belo. (A palavra “cantar” deixa de ser verbo para ser substantivo)
O azul do mar de Fernando de Noronha é irradiante. (A palavra “azul” deixa de ser adjetivo para ser substantivo)
Ele falou um não. (A palavra “não” deixa de ser advérbio para ser substantivo)

 

*Débora Silva é graduada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas).


Informar erro