As imposições do Tratado de Utrecht

Um bloco de imposições estabelecido pelas nações vitoriosas da Guerra da Sucessão Espanhola para a França e a Espanha, em 1713, ficou conhecido como…


Um bloco de imposições estabelecido pelas nações vitoriosas da Guerra da Sucessão Espanhola para a França e a Espanha, em 1713, ficou conhecido como Tratado de Utrecht. As medidas desse conjunto de obrigações transformaram parte da geografia europeia e ainda estimularam a quebra do Pacto Colonial (também chamado de Exclusivo Colonial) da Espanha com suas colônias no continente americano.

A morte do rei Carlos II, em 1700, foi o estopim para a ocorrência da Guerra de Sucessão Espanhola, uma vez que tal acontecimento provocou um vazio no trono, devido à falta de um rei substituto.

Somente o duque de Anjou Felipe de Bourbon teria chances de herdar o posto deixado por Carlos II. Todavia, Bourbon era candidato favorito para o trono francês, por ser sobrinho de Luís XIV, o que acabava o impossibilitando de suceder Carlos II.

Período pré-guerra

Em 1701, após encontro das cortes da Espanha em Barcelona e Madrid, foi oficializada a nomeação de Bourbon como rei espanhol, este que passaria a ter o título de Felipe V. Entretanto, temendo uma futura união político-militar e econômica entre Espanha e França, a Inglaterra se posicionou contrária à nomeação.

Além disso, a corte inglesa orquestrou um movimento, em setembro de 1701, juntamente com Áustria, Holanda, Dinamarca, Suécia, entre outras pequenas nações europeias, que ficou conhecido como a “Grande Aliança” contra franceses e espanhóis.

As imposições do Tratado de Utrecht

Foto: Reprodução

Conflitos e batalhas

O clima intenso decorrente da sucessão do trono de Carlos II resultou em fervoroso período de guerra. Os conflitos duraram 11 anos e iam do norte da Itália, com passagem pela França, Países Baixos, Península Ibérica e principados alemães.

A corte portuguesa, que até então tinha aprovado a parceria Espanha/França, um pouco mais tarde se posicionaram contra e também se uniram aos ingleses. Inclusive, os combates chegaram a se perpetuar por áreas coloniais.

Apesar dos enfrentamentos, o rei Felipe V permaneceu no cargo na Espanha, porém teve que deixar de lado a pretensão de sucessor do trono francês. Veio então o fim da guerra e o declínio de espanhóis e franceses nos confrontos. Com isso, já era hora de iniciar os acordos que iriam definir os rumos geopolíticos a serem seguidos.

Assim, entre 1712 e 1715, na cidade holandesa de Utrecht, um encontro entre Portugal, Inglaterra e outras nações que estiveram envolvidas na guerra acabou estabelecendo o acordo conhecido como “Paz de Utrecht”.

Nesse mesmo acordo também foi acertado, em Congresso, que a França iria repassar para os ingleses os territórios da Nova Escócia e Terra Nova. Assim como o Estreito de Gibraltar, até então da Espanha, deveria ser entregue à Inglaterra.


Reportar erro