Aspectos geográficos do Brasil

Localizado na América do Sul, o Brasil possui mais de 8,5 milhões de quilômetros quadrados de extensão e é o quinto maior país do…


Localizado na América do Sul, o Brasil possui mais de 8,5 milhões de quilômetros quadrados de extensão e é o quinto maior país do planeta, atrás da Federação Russa, Canadá, China e Estados Unidos da América. Seu enorme território é habitado por mais de 190,7 milhões de pessoas e está situado a oeste do Meridiano de Greenwich, integrando o Hemisfério Ocidental.

Em função de sua grande extensão territorial no sentido norte-sul, o território brasileiro apresenta variedade climática, estando situado em duas zonas climáticas: a Zona Intertropical, entre os Trópicos de Câncer e o de Capricórnio, e a Zona Temperada do Sul, entre o Trópico de Capricórnio e o Círculo Polar Ártico.

Além da diversidade climática, o país abriga a maior biodiversidade do planeta, com destaque para a Floresta Amazônica. Os biomas encontrados no Brasil são a Caatinga, Campos, Cerrado, Floresta Amazônica, Manguezal, Mata Atlântica, Mata de Araucária, Mata de Cocais, Pantanal e Zonas Litorâneas. Neste artigo, saiba mais sobre a os aspectos físicos naturais do país.

Aspectos geográficos do Brasil

Foto: Reprodução

Relevo do Brasil

A maioria das estruturas geológicas do Brasil é antiga e, por este motivo, o território do país apresenta o relevo relativamente pouco acidentado, sem grandes e elevadas cadeias montanhosas, com a predominância dos planaltos.

O Pico da Neblina é o ponto mais do Brasil e encontra-se na Serra do Imeri, no norte do Amazonas, com altitude de 2.994 metros acima do nível do mar.

As unidades do relevo brasileiro normalmente são divididas de acordo com a classificação de Jurandyr Ross: planícies, planaltos e depressões.

  • Planaltos: Os planaltos são circundados por grandes depressões, o que mostra a maior resistência de suas rochas a processos erosivos. Dentre os planaltos do Brasil destacam-se o Planalto das Guianas e o Planalto Brasileiro. O Planalto das Guianas ocupa o norte do país e nele estão os dois pontos mais elevados do país: os picos da Neblina e 31 de março. O Planalto Brasileiro apresenta grande extensão e diversidade de características, sendo subdividido em três partes: o planalto Atlântico, que ocupa o litoral de Nordeste a Sul; o planalto Central, que ocupa a região Centro-Oeste; e o planalto Meridional, que predomina nas regiões Sudeste e Sul e na extremidade sul do Centro-Oeste do território brasileiro.
  • Depressões: As depressões são as unidades de relevo marcadas pelo intenso processo erosivo em escudos cristalinos. As depressões encontram-se em grandes bacias, destacando-se as depressões norte e sul amazônica, do alto Paraguai e do Guaporé, do Araguaia e do São Francisco.
  • Planícies: Caracterizadas por sua topografia plana, as planícies são unidades de relevo formadas a partir da deposição de sedimentos de origem fluvial, lacustre ou marinha. As principais planícies brasileiras são a Planície Amazônica, Planície do Pantanal, Planície do Pampa e Planície Costeira.

Clima do Brasil

Devido às suas dimensões continentais, localização geográfica, relevo e a dinâmica das massas de ar sobre seu território, o Brasil apresenta diferentes tipos de clima. São seis os principais tipos de variação climática encontrados no nosso país: equatorial, tropical, semiárido, tropical de altitude, tropical atlântico e subtropical.

  • Clima equatorial: Predomina em quase todos os estados da região Norte, além de parte dos estados do Mato Grosso e Maranhão. Este clima é caracterizado pelas temperaturas elevadas, variando ente 25ºC e 27°C, com chuvas o ano inteiro e elevada umidade do ar.
  • Clima tropical: Este clima abrange os estados das regiões Centro-Oeste, Nordeste, Norte e Sudeste. No geral, as temperaturas são elevadas em boa parte do ano e duas estações bem definidas: uma seca (de maio a setembro) e outra chuvosa (de outubro a abril), com temperatura média anual entre 18ºC e 28ºC.
  • Clima tropical de altitude: Predomina nas regiões serranas e de planalto, especialmente na região Sudeste do país. A temperatura média varia entre 17ºC e 22ºC.
  • Clima tropical úmido: Apresenta-se principalmente no litoral oriental e sul do Brasil. Este clima é caracterizado pelas altas temperaturas e elevado teor de umidade.
  • Clima semiárido: Típico da região Nordeste, com destaque para a região conhecida como “polígono da seca”, devido à falta de chuvas. As temperaturas são elevadas durante todo o ano, com uma média anual que varia entre 26°C e 28ºC.
  • Clima subtropical: Ocorre exclusivamente na região sul do Brasil. Este clima é caracterizado por apresentar a temperatura média mais baixa do país (18ºC), com chuvas regulares e bem distribuídas. No inverno, pode ocorrer neve ou geada em determinados locais.

Recursos hídricos

O Brasil possui uma numerosa rede hidrográfica, formada por rios de grande volume de água que deságuam no mar.

As bacias dos rios brasileiros são formadas a partir de três grandes divisores: o planalto Brasileiro, o planalto das Guianas e a Cordilheira dos Andes. Considerando o formato do relevo que atravessam, as bacias hidrográficas brasileiras podem ser divididas em dois tipos: as planálticas (permitem aproveitamento hidrelétrico) e as de planície (utilizadas para navegações).

As quatro principais bacias hidrográficas brasileiras são: Bacia Amazônica, Bacia do Prata ou Platina, Bacia do São Francisco e Bacia Tocantins-Araguaia.


Reportar erro