Bases orgânicas

As bases são compostos que possuem o radical OH- em suas composições e são classificadas levando em consideração suas estruturas


As bases são compostos estudados pelo físico-químico Svante August Arrhenius. Para o estudioso, bases dissociam ionicamente quando estão em contato com uma solução aquosa (H2O), liberando como ânions apenas o hidroxila (OH-).

Ainda para Arrhenius, a substância chamada base, também conhecida como álcalis, são compostas em sua formação química pelo OH associados a um metal. Para reconhecer uma base ou hidróxido algumas características devem ser levadas em consideração.

Características

  • Bases possuem um sabor adstringente, isto é, conseguem prender a mucosa bucal. Por exemplo, quando se come uma banana verde, a impressão é que a língua ficou presa.
  • São ótimos condutores de corrente elétrica, quando estão dissolvidas em água.
  • Conseguem mudar a cor de certas substâncias. No caso da Fenolftaleína, caso a mesma esteja incolor, as bases lhe dão uma cor avermelhada.
  • Outra característica das bases é que quando são colocadas em contato com os ácidos, elas conseguem produzir sal e água.
Bases orgânicas

Foto: Reprodução/ internet

Nomeclatura das bases

O nome dado a cada estrutura que compõe o grupo das bases depende do número de oxidação que cada uma possui em seu radical, sendo separadas em fixas e variáveis.

Oxidação fixa

Quando os metais possuem apenas um radical de NOX, são caracterizados como metal com número de oxidação fixa e, por isso, recebem o nome da seguinte forma: Hidróxido + o nome do elemento.

Exemplos:

NaOH: Hidróxido de sódio
Ba(OH)2: Hidróxido de bário
Al(OH)3: Hidróxido de alumínio

Oxidação variável

Já quando o número de NOX varia em um determinado metal, o elemento se enquadra na classificação de metal com número de oxidação variável. Sendo, por essa razão, chamado de uma forma referente ao número maior ou menor de NOX.

Hidróxido + prefixo do nome do elemento+OSO   (Menor NOX)
Hidróxido + prefixo do nome do elemento+ICO   (Maior NOX)

Exemplos:

Fe(OH)2: Hidróxido ferrOSO (Nox = + 2)
Fe(OH)3: Hidróxido férrICO (Nox = + 3)
Pb(OH)2: Hidróxido pumblOSO (Nox = + 2)
Pb(OH)4: Hidróxido plumblICO (Nox = + 4)

Classificação das bases

As bases são dividias em três tipos de classificação, sendo elas separadas pelos números de íons hidroxilas, pela solubilidade e, por fim, pela dissociação.

Íons Hidroxilas

São classificadas nesta categoria de acordo com a quantidade de íons hidroxilas (OH) que possuem em sua composição, podendo ser monobases, quando possuem apenas um íon; Dibases, liberando dois OH; Tribases, quando são três íons; Ou tetrabases, liberando quarto.

Exemplos:

Monobases= NaOH(s) ___H2O___Na+(aq)+ (OH)(aq)

Dibases= Mg(OH)2(s)___H2O___Mg+2(aq)+ 2(OH)(aq)

Tribase= Al(OH)3(s)___H2O___Al+3(aq)+ 3(OH)(aq)

Tetrabases= Pb(OH)4(l)___H2O___Pb+4(aq)+ 4(OH)(aq)

Solubilidade

Classificada de acordo com a sua capacidade de dissolver-se em contato com a água. Sendo assim, podem ser de três tipos: Solúveis, pouco solúveis ou praticamente insolúveis.

Exemplos:

Solúveis= Bases formadas por Metais Alcalinos e Hidróxido de Amônio.

  • NaOH, CsOH,NH4OH

Pouco Solúveis= Bases formadas por Metais Alcalinos Terrosos.

  • Ba(OH)2,Sr(OH)2

Com exceção de Be(OH)2 e Mg(OH)2, que apesar de serem formadas por Metais Alcalinos Terrosos, são consideradas Praticamente Insolúveis, devido à pequena solubilidade que apresentam.

Praticamente Insolúveis= Bases formadas por outros Metais e Hidróxido de Berílio e Magnésio.

  • Fe(OH)3,Be(OH)2,Mg(OH)2

Dissociação

Esta classificação está relacionada com a solubilidade. Isto é, quanto maior for a solubilidade de uma base, maior será o seu grau de dissociação. Por essa razão, dividimos os compostos em bases fortes e bases fracas.

Bases Fortes: Apresentam elevado grau de dissociação, sendo levado em consideração as bases solúveis e pouco solúveis.
Exemplos: LiOH,NaOH,Ca(OH)2,Ba(OH)2

OBS: O hidróxido de amônio (NH4OH), é uma exceção desta regra. Apesar de ser classificado como uma base solúvel, o seu grau de ionização é pequeno, por essa razão, ele é  classificado como uma base fraca.

Bases Fracas: Apresentam baixo grau de dissociação e, por isso, estão relacionadas com as bases insolúveis.
Exemplos: NH4OH,Al(OH)3,Fe(OH)2,Ni(OH)3

Utilidade das bases

Apesar de serem fórmulas estranhas, as bases estão presentes no dia a dia. Vejam alguns exemplos:

  • Hidróxido de sódio (NaOH) – É a soda cáustica, que é tóxica e corrosiva. No cotidiano, é utilizada para desentupir pias, além de ser usada como ingrediente para produzir sabão.
  • Hidróxido de Magnésio (Mg(OH)2) – Conhecido como leite de magnésio, ele é usado como antiácido estomacal.
  • Hidróxido de cálcio (Ca(OH)2) – É o famoso cal. Serve para preparar argamassa ou para pinturas.
  • Hidróxido de amônio (NH4OH) – O amoníaco ou amônia é usado em limpeza doméstica. É preciso zelo ao usá-lo, pois o mesmo é tóxico e irritante aos olhos.

Reportar erro