Biografia de Miguel de Cervantes

Confira a biografia de Miguel de Cervantes, o escritor da fantástica obra Dom Quixote e um dos maiores poetas da história


Famoso pelo mundo inteiro, Miguel de Cervantes foi um romancista, dramaturgo e poeta castelhano de meados do século XVI que ficou conhecido pelo seu trabalho magnífico no romance Dom Quixote.

Miguel de Cervantes Saavedra nasceu em Alcalá de Henares, na Espanha, no dia 29 de setembro no ano de 1547. O romancista passou a sua infância na cidade de Valladolid e mais tarde acabou se mudando para Madrid e Sevilha para estudar, contudo não chegou a concluir nenhum curso. Miguel vinha de uma família bastante ampla, com seis irmãos e seus pais, Rodrigo e Leonor de Cortinas, acabaram se mudando pra Sevilha no ano de 1563, onde estudou latim e gramática com os padres jesuítas. Durante sua vida, acabou tomando rumos bastante diferentes do que realmente desejava de início, mas conseguiu chegar lá com a sua obra Dom Quixote. Para a infelicidade de seus fãs, Cervantes morre no dia 23 de abril no ano de 1616.

Biografia de Miguel de Cervantes

Saiba quais as obras mais famosas e um pouco da biografia de Miguel de Cervantes. | Foto: Reprodução

Curiosidades sobre Miguel de Cervantes

  • Por causa da vida nômade de seu pai, Miguel acabou por ingressar no Exército e lutou em várias batalhas, como a de Lepanto (contra o império Turco) que muitos historiadores acreditam ter sido a guerra que o fez perder o braço esquerdo. Existem divergências contra essa teoria, acreditando que ele apenas sofreu graves ferimentos no braço e perdeu os movimentos da mão.
  • Outro local de combate foi a África, onde foi capturado e levado pelos turcos para Argel, ficando detido por cinco anos até retornar a Madrid.
  • Miguel trabalhou por alguns anos como comissário de víveres do Rei Felipe Segundo e logo depois como cobrador de impostos do governo. Esse trabalho acabou não sendo muito interessante para ele e, por causa de atrasos nas prestações de contas com a Coroa, foi preso três vezes.
  • Alguns historiadores acreditam que o romance Dom Quixote teve sua primeira parte escrita enquanto Cervantes estava preso.
  • Em 1585, alguns de seus poemas e sua novela chamada La Galatea acabaram sendo publicados.
  • Coincidentemente o dia 23 de abril do ano de 1616 foi também o dia da morte do inglês William Shakespeare. A literatura acabou perdendo dois dos maiores escritores de todos os tempos no mesmo dia.

Dom Quixote

O clássico da literatura castelhana que foi considerado muitas vezes como o primeiro romance moderno, Dom Quixote foi o publicado quando Miguel de Cervantes tinha 58 anos. A obra narra as aventuras do fidalgo Dom Quixote e seu fiel escudeiro Sancho Pança. Tal história conseguiu encantar profundamente vários leitores ao redor do mundo, tanto que no mesmo ano de seu lançamento, o livro ganhou seis edições, o que era muito raro na época. Várias peças, novelas, filmes, óperas, balés e até artes em desenhos animados foram inspiradas por tal obra que até os dias de hoje são apreciadas mundialmente.


Reportar erro