Bocage – Biografia e obras

O famoso poeta português do século XVIII, Manuel Maria de Barbosa I-Hedois Du Bocage nasceu em 15 de setembro de 1765 na cidade de…


Bocage - Biografia e obras

Veja a biografia deste poeta boêmio que teve participação na transição entre o Arcadismo e o Romantismo. | Imagem: Reprodução

O famoso poeta português do século XVIII, Manuel Maria de Barbosa I-Hedois Du Bocage nasceu em 15 de setembro de 1765 na cidade de Setúbal. Ele foi um poeta árcade precursor do Romantismo, alguns historiadores acreditam que ele foi, possivelmente, o maior representante do arcadismo em Portugal. Mesmo sendo ícone do movimento árcade, Bocage também é inserido no período de transição do estilo clássico ao romântico, que acaba tendo forte presença na literatura portuguesa do século XIX. Manuel era filho do advogado José Luís Soares Barbosa e de Maria Joaquina Lestof Du Bocage e tinha mais cinco irmãos em sua família. Com oito anos de idade, o menino já demonstrava talento para a literatura e é nesse período que surgem suas primeiras composições. Em 21 de dezembro de 1805, Bocage falece em Lisboa.

Sua vida pelo mundo afora

Por volta do ano de 1781, Bocage se torna soldado no regimento de Setúbal e, dois anos após, ingressa no corpo da Marinha Real e parte para Lisboa. Na capital lusitana o jovem se envolve com a vida intelectual e boêmia do local. Durante essa época, ele se mostra um poeta atraído pelos clássicos gregos e portugueses, como Camões, por exemplo, que para Bocage era um modelo. Os versos do autor durante essa fase tendiam a se prender aos valores literários da época, que eram perfeitos na rima e na métrica, todavia eram um pouco mais originais e espontâneos. Nota-se grande presença árcade em sua poesia nessa fase.

Alguns anos depois, Manuel Bocage segue para Goa, na Índia e lá encontra uma cidade tristemente decadente, fato que deixa-o indignado e esse sentimento é traduzido em algumas de suas poesias. Foi também nesse período que ele entra em contato com a Revolução Francesa, lê as ideias iluministas e conhece o liberalismo político e cultural, isso fez com que a sua poesia fosse transformada completamente, passando a defender novos ideais.

Obra de Bocage

  • Bocage adota o pseudônimo Elmano Sadino, mas permanece usando por apenas quatro anos, pois acaba sendo expulso e preso por “desbragamento de costumes e livre pensamento”;
  • Ao sair da prisão, trabalha como tradutor e realiza tarefas similares para o próprio sustento e também sustento de sua irmã, Maria Francisca;
  • O acontecimento de sua prisão reflete em sua obra, que agora se torna sensível, subjetiva e emotiva. Seria, talvez, a fase pré-romântica do poeta;
  • Em vida, Bocage publicou “Idílios Marítimos” e os três volumes que compõem as “Rimas”;
  • Após sua morte, saem mais volumes de poemas, intitulados “Obras Poéticas” e “Verdadeiras Inéditas Obras Poéticas”;
  • Recentemente saiu um pequeno volume chamado “Poesias Eróticas, Burlescas e Satíricas de Bocage.

Reportar erro