Câmara elege 10 vencedores do Prêmio Brasil Mais Inclusão

Solenidade de premiação acontece no dia 7 de dezembro; vencedores receberão diploma de menção honrosa


A edição 2016 do Prêmio Brasil Mais Inclusão, promovido pela Câmara dos Deputados, já tem seus vencedores. A escolha dos dez premiados foi realizada na última quarta-feira (9) por um conselho deliberativo composto por membros da Mesa Diretora da Câmara (2º secretário, deputado Felipe Bornier, e 3ª secretária, deputada Mara Gabrilli,) e da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência, além de representantes dos partidos indicados pelos respectivos líderes. Os vencedores receberão diploma de menção honrosa, a ser entregue em solenidade no dia 7 de dezembro, às 10h, no Plenário Ulysses Guimarães.

O Prêmio Brasil Mais Inclusão é concedido anualmente a empresas públicas ou privadas, entes federados (União, estados, Distrito Federal e municípios), entidades ou personalidades que tenham realizado trabalhos ou ações que mereçam destaque na inclusão de pessoas com deficiência.

Câmara elege 10 vencedores do Prêmio Brasil Mais Inclusão

Foto: Reprodução/Portal da Câmara dos Deputados

Nesta edição, os vencedores são: Anglo American Minério Ferro Brasil S/A, de Belo Horizonte (MG); Associação Serrana dos Deficientes Físicos, de Lages (SC); Associação dos Deficientes Físicos do Estado do Rio Grande do Norte, de Natal (RN); Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) – Centro de Reabilitação Hebe Camargo, de Campina Grande (PB); Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Colinas, de Colinas do Tocantins (TO); Instituto São Rafael, de Belo Horizonte (MG); Memorial da Inclusão: os Caminhos da Pessoa com Deficiência, de São Paulo (SP); Daniel José Dias Auer, de Ponta Grossa (PR); Alex Garcia, de Porto Alegre (RS); e Alice Rocha, de São Caetano do Sul (SP).

Participação da sociedade

Criada em 2015, a premiação foi pioneira ao permitir a participação da sociedade civil de forma direta e sem intermediários. Empresas e entidades como ONG’S e OSCIP’S podem se inscrever pela internet, em processos simplificados, de forma virtual e gratuita. As indicações também são feitas por deputados e senadores. Nesta edição, foram mais de 170 inscrições válidas, das quais 92 feitas sem intermediação parlamentar.


Reportar erro