Capitania do Maranhão – Mapa e história

A Capitania do Maranhão foi uma das capitanias hereditárias portuguesas do período colonial. Veja detalhes de sua história e veja um mapa


As capitanias hereditárias eram extensos lotes de terra destinados à doação para os nobres, os chamados capitães donatários, que se responsabilizariam por colonizar e explorar a área. Essa medida feita pelos lusitanos de ceder cada uma das capitanias para um senhor da nobreza foi a mais viável que encontraram para administrar as terras, pois, assim, quem governasse cada capitania iria fazê-lo em nome da coroa portuguesa e usaria recursos próprios para manter as terras, o que amenizaria gastos para Portugal.

Mapa com as Capitanias Hereditárias

Mapa com todas as capitanias | Imagem: Reprodução

As terras maranhenses receberam a princípio a chegada dos espanhóis (os primeiros que chegaram ao território relativo à capitania), porém, eram os portugueses que detinham o direito de explorar tais terras, isto se devia ao acordo constituído no Tratado de Tordesilhas. Dessa forma, as terras pertencentes aos portugueses foram divididas em capitanias, que totalizavam 14.

A Capitania do Maranhão se dividia em dois segmentos: um deles se encontrava no leste da Ilha de Marajó no Pará, indo até a foz do rio Gurupi, entre o Pará e o Maranhão, sob o comando dos donatários Aires da Cunha e João de Barros. Já o outro ia da foz do rio Gurupi à Parnaíba, no Piauí, sobre posse de Fernão Alves da Cunha.

Mesmo após a partilha do território pertencente aos lusitanos em capitanias, a Capitania do Maranhão não iniciou prontamente sua exploração.  Isso porque o Maranhão estava tendo grande dificuldade com a vigilância de suas áreas fronteiriças e nesse momento o estado estava sendo alvo de frequentes ataques estrangeiros, principalmente da França, que era adversa ao Tratado de Tordesilhas.

Os franceses tinham suas investidas possibilitadas porque foram conquistando a confiança de alguns indígenas nativos da região, assim, estes os apoiava em seus ataques. Os portugueses por sua vez reagiam tentando se aliar a outros indígenas que eram inimigos dos outros aliados dos franceses.

Bandeira do Maranhão

Bandeira do Maranhão | Imagem: Reprodução

No ano de 1612 esse impasse que havia entre franceses e portugueses se intensificou, quando houve a chamada Batalha de Guaxenduba (ou “Jornada Milagrosa”). Mas em 1615, os portugueses juntamente aos indígenas aliados, sob o comando de Jeronimo de Albuquerque, expulsaram de vez os franceses daquelas terras. A partir daí, se iniciou o processo de colonização portuguesa na Capitania do Maranhão.


Reportar erro