Características do Feudalismo

Por Camila Albuquerque

Características do Feudalismo

Uma das principais características do Feudalismo era o controle dos senhores feudais, que eram donos de todas as terras de cada feudo. | Imagem: Reprodução.

O que foi?

O feudalismo foi um modo de organização social e político que surgiu na Europa após a queda do Império Romano do Ocidente, num período complicado para os europeus. Ele permaneceu durante toda a Idade Média (século X ao século XV da história).

Características do Feudalismo

  • A sociedade era dividida em três grupos sociais: o clero, a nobreza e os servos. O clero era responsável por rezar e exerciam uma grande influência política sobre as pessoas daquela época. Os nobres também eram chamados de senhores feudais, eles negociavam com o rei (trabalhavam no exército em troca de terras). E os servos eram a maior parte da população camponesa, bastante explorados e tendo que pagar tributos.
  • A relação de suserania consistia em: um nobre (suserano) doava um feudo para outro nobre (vassalo), e em troca, recebia fidelidade e favores (às vezes militares). O maior suserano era o rei, que fazia esses acordos com os nobres o tempo inteiro.
  • O comércio não era forte, logo, a base da economia feudal era agrária. Na falta de comércio, a unidade econômica principal era o feudo.
  • O feudo dividia-se em três partes: a propriedade individual do senhor, o manso servil e manso comunal.
  • Alguns tributos e impostos principais da época: Capitação (pagamento por cada membro da família), Dízimo, Corveia (trabalho nas terras dos senhores durante alguns dias na semana).
  • O Feudalismo foi criado a partir da fusão dos costumes dos povos germânicos e romanos.
  • Todos os poderes (jurídico, econômico e político) concentravam-se nas mãos dos senhores feudais. A população era estática e hierarquizada.
  • A Igreja Católica dominava o cenário religioso, e aproveitando esse poder, ela influenciava o modo de pensar, a psicologia e as formas de comportamento durante a Idade Média. Também tinha poder econômico, pois possuía terras e até mesmo servos trabalhando.
  • As guerras aconteciam, pois eram uma das principais formas de se obter poder e aumentar suas terras. Os nobres guerreavam com frequência, já que eram gananciosos.
  • Apenas os filhos dos nobres tinham direito à educação. Era ensinado para eles: o latim, doutrinas religiosas e táticas de guerra. Enquanto isso, a maior parte da população era analfabeta e sequer tinha acesso a livros.
  • O meio artístico dessa época era totalmente influenciado pela igreja. As pinturas retratavam as passagens da Bíblia e ensinamentos religiosos, assim como os vitrais.
  • A queda do sistema feudal ocorreu por causa das crises econômica, ideológica, social e religiosa. Uma série de fatores acontecia simultaneamente (poder que se tornou centralizado, população aumentando e a produção de alimentos sem conseguir acompanhar, agricultura perdendo espaço para o mercado, a peste negra, surgimento da burguesia, Igreja Católica sendo questionada, etc.).