Cessar-fogo: paralisação de ataques durante guerra

Denomina-se cessar-fogo, ou trégua, a paralisação temporária dos ataques durante um conflito armado; conheça casos de cessar-fogo ao longo da história


Denomina-se cessar-fogo, ou trégua, a paralisação temporária dos ataques durante um conflito armado. Ambos os lados envolvidos nas operações de guerra concordam em suspender os ataques durante um período limitado de tempo em determinado território, sendo que o cessar-fogo ocorre de forma não formalizada, e costuma ser o passo anterior à assinatura de um armistício ou tratado de paz.

A diferença entre o armistício e o cessar-fogo é que o primeiro constitui um acordo formal no qual as partes envolvidas no conflito concordam em parar de lutar.

O cessar-fogo na história

Primeira Guerra Mundial

Um dos exemplos de cessar-fogo ocorridos na história da humanidade é a “Trégua de Natal”, na noite de 24 de dezembro de 1914. Na oportunidade, as forças inglesas e alemãs envolvidas na Primeira Guerra Mundial entraram em acordo (sem o consentimento formal de seus comandantes) e paralisaram os ataques durante seis dias. O acordo foi informal, sem a elaboração de qualquer documento, e o combate foi retomado.

Cessar-fogo

Foto: Pixabay

No conflito que envolveu as duas Coreias, entre os anos de 1950 e 1953, houve a recepção da proposta de armistício feita pela Índia, paralisando as operações de guerra onde se encontravam. Naquele momento, as duas facções lutavam próximas ao paralelo 38. Quando ambos os lados concordaram com o cessar-fogo, foi assinado um armistício, com o estabelecimento da Zona Desmilitarizada, que é controlada pelos exércitos das Coreias e um comando das Nações Unidas.

Guerra do Vietnã

No dia 15 de janeiro de 1973, durante a Guerra do Vietnã, o então presidente norte-americano Richard Nixon ordenou um cessar-fogo dos bombardeamentos aéreos que eram feitos sobre o Vietnã do Norte. Esta ordem foi dada após o Conselheiro de Assuntos de Segurança Nacional, o Dr. Henry Kissinger, voltar de Paris com uma proposta de paz. No entanto, os combates continuaram no Vietnã do Sul e, em 27 de janeiro do mesmo ano, todas as partes envolvidas no conflito armado assinaram um cessar-fogo que seriam o início dos acordos que levaram ao fim a intervenção no Vietnã.

Outros casos

Situações de cessar-fogo também já ocorreram na Espanha, com o grupo separatista ETA (Pátria Basca e Liberdade). A campanha deste grupo contra o estado espanhol já dura várias décadas e o cessar-fogo já foi declarado várias vezes. Em março de 2006, o ETA declarou uma trégua, que foi quebrada no dia 30 de dezembro de 2006, com a explosão de um carro-bomba com duas vítimas fatais.

Nos conflitos em Israel e na Palestina também já foram anunciados vários cessar-fogo no decorrer dos anos, a fim de entrarem em um eventual acordo.


Reportar erro