Ciberestética – Saiba tudo sobre este assunto

O mundo atual passa por um momento impactante de constante evolução digital. Podemos nos arriscar a dizer que vivemos a era do universo digital,…


O mundo atual passa por um momento impactante de constante evolução digital. Podemos nos arriscar a dizer que vivemos a era do universo digital, em que o homem constantemente transita e desvenda um novo espaço: o ciberespaço. Nesse ambiente, abre-se espaço para um processo de comunicação interativa em que a fantasia é constantemente compartilhada com outras pessoas. É possível, inclusive, criar novas identidades e viver no anonimato tranquilamente.

A nova linguagem

Para um novo ambiente, no entanto, surge também uma nova forma de linguagem que desenvolve novas formas de relacionamento entre o homem, o meio ambiente, os animais e a tecnologia, e é nesse ambiente que se destaca uma vertente mais contemporânea da estética, que recebeu o nome de ciberestética.

Nesse ambiente virtual, o corpo se transforma, ao realizar uma síntese de estímulos com os do computador, que, constantemente, passa por novos processos e a ser mais provido de inteligência artificial, e acaba gerando inúmeras novas vidas semiartificiais, híbridas e que acabam causando nas pessoas um sentimento e uma constante metamorfose. (Como exemplo dessas vidas semiartificiais, citamos o jogo Second Life, em que as pessoas podem ter, como o nome do jogo já diz, uma segunda vida, criando seus avatares e vivendo de formas totalmente alternativas sem viver as consequências.

Com esse jogo, podemos visualizar como a internet e a comunicação funcionam: com redes urbanas, comunidades, negócios e tudo mais simulando a vida real.

O que é ciberestética?

Ciberestética: ferramenta que devenda os mistérios da comunicação e do ciberespaço

Foto: Reprodução/ internet

Chamamos de ciberestética o estudo e a investigação de processos que regem os sentidos subversivos de um corpo que não só atua, mas raciocina e sente virtualmente, para interagir com interfaces – que nada mais são do que recursos que permitem que haja o intercâmbio de informações entre dois sistemas – que acabam abrindo portas para um universo diferente, não material. Esse novo universo está presente não apenas em computadores e celulares, mas também em chips, câmeras ópticas, transistores, e muitos outros mecanismos.

Com esse novo mundo e nova linguagem, surgiu a necessidade de desenvolver formas alternativas de ver o mundo e compreender as relações existentes. E assim desenvolveu-se, como uma ferramenta para desvendar os mistérios da comunicação e do ciberespaço, a ciberestética.

Essa ciência estuda os sentidos mobilizados em experiências tecnológicas, assim como as operações matemáticas que estão ocultas nos softwares, entre outros aspectos que fazem com que as experiências híbridas sejam vivenciadas. Ela busca entender e alcançar todas as consequências que podem ser geradas desse novo meio de interação energética do corpo e da mente humana, interligados com a inteligência artificial utilizada de forma tão ampla nos dias atuais.


Reportar erro