Citoplasma das células – Função e composição

Por Nayla Georgia

Citoplasma das células - Função e composição

Veja o citoplasma e as organelas de uma célula eucarionte. | Imagem: Reprodução

Nos eucariotos das células, existe um espaço entre a membrana nuclear e a membrana plasmática: o citoplasma. Essa região abriga um fluido viscoso que é chamado de citosol, constituído de íons dissolvidos em solução aquosa e demais substâncias. É neste fluido que ocorre a maioria das reações químicas vitais na célula, como a fabricação das moléculas que vão formar as estruturas celulares, por exemplo. No entanto o citoplasma não tem apenas como função separar as duas membranas mencionadas, afinal ele auxilia na morfologia da célula e armazena nutrientes indispensáveis à vida. O conteúdo do citoplasma está sempre em constante movimentação e ele contém cerca de 80% de sua totalidade formada de água, além das enzimas, carboidratos, sais, proteínas e RNA.

A diferença básica entre o citoplasma vegetal e animal

As células de diferentes grupos biológicos podem ter substâncias diferentes nas características de seus citoplasmas. Isso pode ser explicado pelo simples fato de que, nas células vegetais, o citoplasma ocupa menos espaço, por causa da presença dos vacúolos. Nas células animais, o citoplasma ocupa cerca de metade do volume total da célula.

Organelas citoplasmáticas e suas funções

Os componentes não solúveis do citoplasma constituem as seguintes organelas:

  • Mitocôndria: Responsável pela respiração aeróbica da célula através da glicose e do oxigênio. Ela produz a energia necessária para o funcionamento das células.
  • Centríolos: Sua função é ajudar na divisão da célula e dar origem aos flagelos e cílios. Podem ser encontrados nas células animais e algumas vegetais.
  • Retículos endoplasmáticos (granular e agranular): Fazem o transporte entre as células, degradam as substâncias tóxicas, produzem proteínas e lipídios.
  • Lisossomos: São as organelas que atuam na digestão intracelular.
  • Ribossomos: Fazem a síntese das proteínas. É o meio onde ocorrem várias reações que promovem o metabolismo celular.
  • Peroxissomos: São responsáveis pela desintoxicação das células.
  • Sistema golgiense: Fazem a síntese, o armazenamento e liberação de substâncias para o exterior ou interior da célula.
  • Vacúolo digestivo: Aparece quando a célula está realizando a digestão e se desfaz na clasmocitose. Os vacúolos das células vegetais são responsáveis pelo armazenamento de substâncias. Vacúolos contráteis ou pulsáteis expulsam a água do interior do citoplasma.
  • Plastos: Apenas presentes nas células vegetais, atuam na fotossíntese e armazenamento dos nutrientes de reserva.

Caminho dos lisossomos

Produzidas no retículo endoplasmático, as enzimas lisossômicas são passadas até o complexo de Golgi, lá são empacotadas e liberadas em forma de vesículas (lisossomos primários). Quando uma partícula de alimento é englobada por endocitose, é formado um vacúolo alimentar, então um ou mais lisossomos se fundem no fagossomo e despeja enzimas digestivas nele. Assim é formado o vacúolo digestivo e as moléculas que surgiram a partir da digestão se fundem no citoplasma.