Colocação pronominal

A língua portuguesa possui vários aspectos que necessitam de determinado aprofundamento para melhor compreensão. Entenda sobre a colocação pronominal!


Na língua portuguesa, os pronomes pessoais podem ser classificados como do caso reto e do caso oblíquo. O primeiro ocorre quando o pronome tem a finalidade de sujeito na frase, enquanto que o segundo se dá quando o pronome exerce a função de complemento. Vejamos os exemplos abaixo:

  • Eu não compreendo esse assunto, mas ela vai me explicar.
  • Jonas saiu do trabalho para casa, uma vez que ficou na dúvida se deveria ajudá-la.

É perceptível que na primeira oração os pronomes pessoais eu e ela desempenham o papel de sujeito, ou seja, são classificados como do caso reto. Por outro lado, no segundo exemplo, o pronome lhe aparece com a finalidade de complemento, sendo considerado do caso oblíquo.

De tal modo que os pronomes pessoais representam as pessoas do discurso. No segundo exemplo citado anteriormente, o lhe indica a segunda pessoa do singular (tu/você). Perceba: Jonas ficou na dúvida se deveria ajudar… Ajudar quem? Lhe (você).

Colocação pronominal

Imagem: Reprodução/ internet

 

Observação: No caso do segundo exemplo citado, o pronome oblíquo lhe se justifica aparecendo antes do verbo intransitivo ajudar, uma vez que o pronome oblíquo pode se situar antes, depois ou entre uma locução verbal, isso se o verbo principal (no exemplo citado: ajudar) vier no gerúndio ou no infinitivo.

Outros exemplos

  • Eu quero lhe questionar sobre determinado assunto.
  • Eu estou questionando-lhe sobre algo.

Átonos ou tônicos: eis como podem ser os pronomes oblíquos. Átonos são os precedidos de preposição, enquanto que os tônicos são precedidos de preposição. Veja nos exemplos a seguir;

  • Lucas me questionou sobre o que eu estava comendo no almoço.
  • Lucas questionou a mim o que eu estava comendo no almoço.

Por dentro da colocação pronominal

Compreende-se por colocação pronominal o posicionamento em que os pronomes pessoais oblíquos átonos vão assumem na frase em relação ao verbo referente. Veja quais são os pronomes oblíquos átonos:

  • Me, te, se, o, os, a, as, lhe, lhes, nos e vos.

Três são as posições que o pronome oblíquo átono pode assumir em relação ao verbo. Vejamos:

  • Próclise – pronome vem antes do verbo.
  • Ênclise – pronome aparece depois do verbo.
  • Mesóclise – pronome situa-se no meio do verbo.

A próclise

Esta é empregada antes do verbo nos seguintes casos:

Palavras negativas

  • Nada me deixa mais chateado que isso.
  • Não se trata de nada muito bom.

Advérbios

  • Neste ambiente se tem ar fresco.
  • Semana passada me contaram que o motorista faltou.

Pronomes relativos

  • A jovem que me pediu ajuda faltou na aula de hoje.
  • Não vou perder de ver os filmes que me

Pronomes indefinidos

  • Quem te contou sobre isso?
  • Todos se feriram no acidente.

Pronomes demonstrativos

  • Aquilo me deixou muito triste.
  • Isso me deixa com uma sensação excelente.

Preposição + gerúndio

  • Em se tratando de cor mais bonita, o azul é a minha preferida.

Conjunção subordinativa

  • É preciso seguir as regras, exatamente com lhe foi repassaram.

A ênclise

Esta aparece depois do verbo nos seguintes casos:

Quando o verbo vier no imperativo afirmativo

  • Abracem-se uns aos outros sempre.
  • Sigam-me e conheceram a verdade.

Quando o verbo estiver no início da oração

  • Avise-lhe sobre o ocorrido
  • Convidaram-me para a festa.

Quando o verbo vier regido da preposição a e no infinitivo impessoal

  • Naquele dia eles passaram a amar-se.
  • Começaram a cumprimentar-se mais educadamente.

Quando o verbo aparecer no gerúndio

  • Não se preocuparam com o ocorrido, fazendo-se de despreocupados com as consequências.

Quando existir vírgula ou uma pausa antes do verbo

  • Se conseguir um emprego em Londres, mudo-me hoje mesmo para a Inglaterra.

A mesóclise

A ocorrência da mesóclise apenas se dá quando o verbo aparece no futuro do presente ou do pretérito. Vejamos:

  • A festa realizar-se-á neste sábado à noite.

Reportar erro