Como devo usar ponto e vírgula? Em quais casos e situações?

Ponto e vírgula é o sinal de pontuação intermediário entre o ponto e a vírgula. Ele indica uma pausa intermediária no andamento do texto


Para escrever bem, além de amplitude no vocabulário, muita leitura e atenção, é preciso usar a pontuação de forma correta.

Ela ajuda no entendimento do texto e na clareza das ideias expostas. No entanto, o uso do sinal de pontuação “ponto e vírgula” ainda é responsável por deixar muita gente em dúvida.

Ponto e vírgula é o sinal de pontuação intermediário entre o ponto e a vírgula. Ele indica uma pausa intermediária no andamento do texto: nem tão curta feito a vírgula, nem tão longa feito o ponto final.

Ele pode indicar enumeração nas orações ou separar frases que não se completam.

Uso do ponto e vírgula

Algumas formas de utilização desse elemento da pontuação são bastante recorrentes. Veja quais são as principais, com os exemplos correspondentes.

Como devo usar ponto e vírgula? Em quais casos e situações?

Foto: depositphotos

Separar itens enumerados

Geralmente, esse tipo de uso para o ponto e vírgula é bastante identificado na elaboração das leis. Ele vem no final de cada parte de complemento de um artigo.

Exemplo:

Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:

I – a soberania;
II – a cidadania;
III – a dignidade da pessoa humana;
IV – os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
V – o pluralismo político.

Para apartar orações coordenadas

Em uma dada oração, onde pode ser observada certa extensão no desenvolvimento das ideias e a vírgula já tenha sido adotada, é comum que se use o ponto e vírgula.

Exemplos:
“A introdução dos computadores pode acarretar duas consequências: uma, de natureza econômica, é a redução de custos; a outra, de implicações sociais, é a demissão de funcionários.”

“Depois Iracema quebrou a flecha homicida; deu a haste ao desconhecido, guardando consigo a ponta farpada.” (José de Alencar)

Substituindo a vírgula

Usar o ponto e vírgula como substituto da vírgula é um recurso bastante válido para quem quer dar uma pausa maior no texto. Isso acontece antes das conjunções adversativas: mas, porém, contudo, todavia.

Exemplo:
Quero ir para o parque amanhã; pois crianças precisam de diversão nas férias.

Acentuar sentidos

O uso do sinal de pontuação pode ter a função de acentuar o sentido adversativo da conjunção ou de separar orações coordenadas acentuando sentido contraposto entre as duas.

Exemplo:
Muitos se esforçam; poucos conseguem.

 

*Débora Silva é graduada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas).


Informar erro