Como ocorrem os eclipses?

Eclipses ocorrem quando há o escurecimento total ou parcial de um corpo celeste, provocado pela interposição de outro. Os mais conhecidos são o do…


Eclipses ocorrem quando há o escurecimento total ou parcial de um corpo celeste, provocado pela interposição de outro. Os mais conhecidos são o do Sol e o da Lua e, cada um deles, pode ser vistos de três formas distintas. Muitos povos, antigamente, acreditavam que os eclipses eram sinais de mau agouro, simbolizando uma catástrofe natural ou alguma coisa ruim que estaria por vir.

Olhar diretamente para o Sol durante o fenômeno pode ser perigoso, causando queima da retina ou outros problemas oculares. É necessário fazer uso de óculos especialmente projetados para a visualização do eclipse. Ao contrário do que muitos dizem, óculos de Sol comum, papel celofane, filme fotográfico ou qualquer outro objeto, não devem ser utilizados em dias de eclipse solar para observar o fenômeno.

O eclipse solar

Eclipse solar

Foto: Reprodução

Quando a Lua posiciona-se entre a Terra e o Sol, faz com que sua sombra de aproximadamente 170 quilômetros incida sobre nosso planeta, possibilitando que os países desta faixa de sombra visualizem o fenômeno. O eclipse total ocorre quando, dentro desta faixa, o Sol fica completamente encoberto pela Lua, sendo possível ver apenas uma sombra. O eclipse solar parcial é caracterizado por uma cobertura parcial do Sol pela Lua. O anular acontece quando a Lua está distante da Terra, e a sombra não consegue cobrir o Sol totalmente. Parte do disco solar, a fotosfera, continua visível, formando um anel bem delineado ao redor da parte escura. Este tipo é o menos comum entre os três.

O eclipse lunar

Eclipse lunar

Foto: Reprodução

O eclipse lunar ocorre quando a Lua desaparece momentaneamente, ocasionado pelo posicionamento da Terra entre o Sol e a Lua. O fenômeno ocorre em Lua cheia, mas apenas quando os três astros encontram-se perfeitamente enfileirados. Este alinhamento é possível apenas duas ou três vezes ao ano. Assim como o eclipse solar, o lunar também acontece de três diferentes formas: o total, o parcial e o penubral. O total, como o nome sugere, é quando a Lua fica completamente oculta, não recebendo nenhuma luz do Sol. O penubral acontece sempre que a Lua passa pela região de escuridão parcial projetada pela sombra de nosso planeta. O brilho do satélite, nesta situação, permanece igual, sendo muito difícil a visualização do fenômeno, que só é percebido com a utilização de aparelhos especiais, chamados fotômetros. O eclipse parcial lunar acontece quando apenas uma parte do satélite desaparece. É o que acontece com menor intensidade.


Reportar erro