Concretismo – Poesia e Arte

A Europa foi berço para o surgimento da maioria das escolas literárias e artísticas, como o Concretismo, por exemplo. Por volta do ano de…


Concretismo – Poesia e Arte

Texto criado por Décio Pignatari que ilustra o Concretismo. | Imagem: Reprodução

A Europa foi berço para o surgimento da maioria das escolas literárias e artísticas, como o Concretismo, por exemplo. Por volta do ano de 1917, uma nova manifestação na arte começa a aparecer, deixando um pouco mais abstratas as obras dos artistas. De repente, artistas da música, poesia e artes plásticas se interessam em incorporar as estruturas matemáticas e geométricas à suas produções. Contudo, mesmo com essa influência já sendo aderida a algumas obras, foi apenas no ano de 1953 que o Concretismo foi tomado como um movimento vanguardista que mereceu maior destaque na história. Esse novo movimento defendia a racionalidade e dispensava o Expressionismo, a abstração lírica, aleatória e o acaso. Pode-se tomar o Concretismo como a mais importante corrente vanguardista da literatura brasileira. Seu auge foi na década de 1960 e os artistas internacionais precursores deste movimento foram: Pierre Schaeffer na música, Max Bill nas artes plásticas e Vladmir Mayakovsy na poesia.

Principais características concretistas

  • Ênfase no raciocínio, na ciência e na racionalidade
  • Uso de figuras abstratas para compor as artes plásticas
  • Versos foram banidos
  • Fim da poesia intimista
  • Linguagem geométrica
  • Fim do eu-lírico
  • Aproveitamento do espaço do papel utilizado
  • Valorização do conteúdo visual e sonoro
  • Possível variação de leituras através de diferentes ângulos
  • Recorrência ao Futurismo e Cubismo para inspiração

Concretismo no Brasil

Em terras brasileiras, o movimento Concretista se destacou com a revista Noigandres, que surgiu no ano de 1952 em São Paulo e foi liderado pelos irmãos Augusto e Haroldo de Campos, Décio Pignatari e José Lino Grunewaldt. A revista Inovação também ajudou a divulgar as ideias concretistas pelo Brasil.

Obras literárias mais conhecidas

  • Poetamentos – Augusto de Campos (1953)
  • Galáxias – Haroldo de Campos (1963)
  • Pop-cretos – Augusto de Campos (1964)
  • Teoria da Poesia Concreta – Décio Pignatari (1965)

Exemplos de textos do Concretismo no Brasil

Décio Pignatari

COCA-COLA

B E B A C O C A C O L A

B A B E C O L A

B E B A C O C A

B A B E C O L A C A C O

C A C O

C O L A

C L O A C A

Ronaldo Azeredo

VVVVVVVVVV
VVVVVVVVVE
VVVVVVVVEL
VVVVVVVELO
VVVVVVELOC
VVVVVELOCI
VVVVELOCID
VVVELOCIDA
VVELOCIDAD
VELOCIDADE


Reportar erro