Conflitos étnicos ao redor do mundo

Os movimentos étnicos geram as guerras civis. Quer saber mais sobre este problema e os principais conflitos do mundo? Confira!


Os conflitos étnicos existem desde a Pré-História, quando os Neandertais foram extintos durante brigas territoriais pelos Homo sapiens. Originados por conflitos religiosos, políticos e culturais ou por disputas por territórios, eles geralmente resultam em enfrentamentos violentos e sangrentos, denominados de guerra civil e genocídio.

Considerando os conflitos atuais, é possível destacar que as maiores causas de suas origens estão relacionadas ao imperialismo e ao movimento de independência, que deixou diferentes povos – com diferentes culturas e religião – em um mesmo território, sobre o domínio de uma crença que não abrange a totalidade dos povos.

Conflitos Étnicos

Foto: Reprodução

Conflitos étnicos

Europa

Os principais conflitos étnicos da Europa foram o conflito dos Balcãs, o processo de independência da Bósnia, a guerra Kosovo, a divisão irlandesa, o conflito no Cáucaso e a questão Basca.

Espanha – Catalães x Bascos

Além dos espanhóis, a Espanha é dividida entre Catalães e Bascos, povos que buscam seu reconhecimento enquanto nação e desejam um território próprio.

Em 2010, o reconhecimento da nação Catalunha foi negado pelo Tribunal Constitucional da Espanha. A tentativa era de substituir o espanhol pelo catalão como idioma oficial regional.

Criada em 1957, a ETA é a organização basca que age com mais terrorismo no país. Surgida para combater a violência na ditadura de Francisco Franco, atualmente os militantes buscam o reconhecimento da nação.

Ásia

Já na Ásia é possível citar o movimento do Sri Lanka, das Filipinas e os movimentos separatistas da China, além da Caxemira, do Darfur e dos Curdos.

Paquistão – Caxemira

Região situada entre a Índia e o Paquistão, a Caxemira é disputada também pela China. De maioria mulçumana, o governo hindu até hoje intervê militarmente para conter os movimentos territoriais.

Sudão – Darfur

Região situada no oeste do Sudão, em 2003, após a tomada do poder por povos árabes, teve início a guerra civil de povos árabes contra não árabes, que até hoje são perseguidos resultando na terceira maior guerra civil do mundo.

Curdo

Considerada a maior nação sem pátria do mundo, os Curdos somam mais de 40 milhões de pessoas e se dividem entre o Iraque, o Irã, a Síria e a Turquia. Entre suas reinvindicações está a criação do Curdistão, país que ficaria na região das nascentes do Rio Tigres e Eufrates, que são essenciais à vida no Oriente Médio.

África

Região onde mais já se registrou guerras civis, a África ainda sobre pelos conflitos da Nigéria e pelas guerras instauradas no Chifre Africano, além da briga em tutsis e hutus em Ruanda.

Ruanda e Burundi – Tutsis x Hutus

Região que antes pertencia à Alemanha e foi conquistada pela Bélgica na Guerra Mundial, a luta pelo governo do país resultou em uma luta sangrenta que, mesmo com a separação em Ruanda para os hutus e Burundi para os tutsis, não teve fim.

América

Enquanto na América é possível citar a questão de Quebec, província canadense que, diferente do restante do país, foi colonizada pelos Franceses e não pelos Ingleses e quer continuar seguindo sua tradição, cultura e religião.


Reportar erro