Definidos por corretores os critérios de avaliação da redação do Enem

Serão avaliados domínio do português, compreensão do tema e a articulação de conhecimentos para compor texto


Com o fim do terceiro ciclo de capacitação, realizado nesse domingo (20), os corretores da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) alinharam os critérios para avaliação dos textos. Cerca de 12.891 profissionais receberam o treinamento presencial em 45 cidades.

Cada prova passa pela avaliação de dois examinadores que avaliam o cumprimento das competências descritas no edital do exame. Entre elas estão o domínio da língua portuguesa, a compreensão do tema e a articulação de conhecimentos para compor o texto dissertativo. Além disso, a redação deve relacionar argumentos de modo a defender um ponto de vista, assim como propor uma solução ao problema apresentado tendo em vista os direitos humanos.

Os avaliadores atribuem uma nota entre 0 e 200 pontos para cada uma das cinco competências. A soma desses pontos é o que compõem a nota total de cada avaliador, que pode chegar a mil pontos.

Definidos por corretores os critérios de avaliação da redação do Enem

Foto: Reprodução/Agência Brasil

A nota final do participante será a média aritmética das notas totais atribuídas pelos dois avaliadores. Se houver discrepância entre as notas atribuídas por eles – quando elas diferirem em mais de cem pontos ou se a diferença for superior a 80 pontos em qualquer uma das competências – a redação é avaliada por um terceiro avaliador. Nesse caso, a nota final será a média das duas notas totais que mais se aproximarem.

Critérios

A prova de redação do Enem exigiu a produção de um texto em prosa, do tipo dissertativo-argumentativo sobre o tema “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil”. O autor da redação deveria defender uma opinião a respeito do tema apoiada em argumentos consistentes, estruturados com coerência e coesão, formando uma unidade textual.

Anulação

Para a correção da prova, há falhas que podem levar à anulação da redação. A fuga total ao tema ou a redação fora do modelo dissertativo-argumentativo com menos de sete linhas são alguns dos critérios que zeram a redação. Além disso, impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação e desrespeito aos direitos humanos são outros critérios que justificam a nota zero.

*Do Portal Brasil
Com adaptações


Reportar erro