O que significa ‘lamia’, a mesma palavra que havia no avião do time da Chapecoense

Conheça a figura mística por trás do nome da empresa de aviação que transportava o time da Chapecoense, vítima de acidente no ano passado


No final do mês de novembro do ano de 2016, o Brasil ficou de luto com o acidente aéreo que matou 71 pessoas em território colombiano. As vítimas eram integrantes do Chapecoense, time do sul do Brasil, que iria disputar na cidade de Medellín, o primeiro jogo da final da Copa Sulamericana.

Somente seis pessoas sobreviveram à queda: o jornalista Rafael Henzel, o técnico da aeronave Erwin Tumiri, a comissária de bordo Ximena Suarez e os jogadores Alan Ruschel, Neto, Follmann e Danilo, sendo que esse último não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo no hospital.

Uma das inúmeras polêmicas que envolve o acidente trata do fato de que a aeronave da empresa aérea Lamia, que decolou de Santa Cruz de La Sierra com destino à capital da Colômbia, estava com pouco combustível.

Avião da empresa Lamia, que transportou a equipe da Chapecoense

Foto: Mauro Stumpf/divulgação/Reprodução Diário Catarinense

Lamia e a mitologia

Outro assunto frequentemente relacionado à tragédia é o nome da companhia aérea. Lamia, que significa oficialmente Línea Aérea Mérida Internacional de Aviación, também seria o nome de um monstro da mitologia.

De acordo com a mitologia grega, Lamia era uma rainha da Líbia que teria se transformado em um demônio que suga o sangue das pessoas e os devora. A figura seria representada por uma mulher que da cintura para baixo teria o corpo de uma serpente.

A mitologia greco-romana trata Lamia um pouco diferente da anterior, porém a apresentando com a mesma maldade. Lamia seria uma rainha, filha de Posídon e amante de Zeus. A esposa dele, chamada Hera, teria matado todos os filhos de Lamia ao nascer e como vingança a transformou em um monstro cujo olhos jamais fechavam. Com pena dela, Zeus teria permitido que de vez em quando, ela pudesse retirar seus olhos para descansar.

Lamia, figura mitológica

Foto: Reprodução/Wikipedia

Em outras mitologias, esse ser também é visto como algo ligado ao mal. Seria ela a inspiração para outras figuras maléficas, como bruxas, espíritos e vampiras.

Lamia, figura mitológica

Foto: Reprodução/Pinterest

Por conta disso tudo, as pessoas mais místicas têm relacionado o acidente trágico do avião com a equipe chapecoense com o nome que era ostentado na lataria da companhia aérea boliviana: Lamia. Esse nome teria sido canal de maldição para os passageiros causando a morte das 72 pessoas.

Apesar da crença popular relacionada ao nome Lamia, a investigação oficial concluiu que a aeronave caiu por conta da falta de combustível, pois a companhia aérea decolou de Santa Cruz de La Sierra abastecida com a quantidade de combustível no limite, o que infringe as leis de segurança aérea.

E você, acredita na influência de nomes malignos ou acha que o acidente foi puramente irresponsabilidade da empresa de aviação?


Informar erro