Deuses maias

Conheça mais sobre a civilização dos maias, suas culturas e crenças religiosas. Selecionamos os principais deuses desse povo antigo


A civilização maia possui grande valor histórico por sua rica cultura, arquitetura, arte e escrita., que posteriormente influenciou diversos povos com suas características. Uma delas, marcante em especial, é o aspecto religioso. Eles acreditavam em três planos: o submundo, a Terra e o Céu. Acreditavam, também, em vários deuses, cada um com uma especialidade em particular, e o adoravam de acordo com a época e situação adequada para determinado deus.

Quem eram os deuses maias?

HUN BATZ E HUN CHOUEN

Eram irmãos humanos, que ao passarem para o submundo foram denominados deuses associados com atividades ligadas à arte. Eram filhos de Hun Hunahpu e dependiam dos irmãos mais novos para caçar. Insatisfeitos, os caçulas os prenderam numa árvore mágica, na qual Hun Batz e Hun Chouen se tornaram macacos para conseguir descer.

IXCHEL

Deusa maia Ixchel

Imagem: Reprodução

Esposa de Itzamna, Ixchel era uma deusa da fertilidade, da gravidez e do parto. Idosa de grande poder,  Ixchel podia prever acontecimentos futuros e era a protetora das tecelãs. Contudo, ela possuía um lado obscuro. No lugar de cabelos ela tinha serpentes, as quais agitava quando estava insatisfeita com algo.

TOHIL

Segundo a cultura maia, a humanidade foi destruída na primeira era, sob muita água e fogo. No início da segunda era Tohil foi encontrado pela primeira vez, num local conhecido como as sete cavernas. Desde então, tornou-se o deus do sacrifício e do fogo.

ITZAMNA

Itzaman - Deus maia

Imagem: Reprodução

Era o deus dos céus, da noite e do dia. Auxiliava a população com seus grandiosos poderes de cura, e era considerado por muitos maias como o inventor do calendário, da escrita e dos rituais religiosos de forma geral.

CHAC

Chac - Deus maia

Foto: Reprodução

Representado por um guerreiro que, quando chora, derrama as lágrimas sobre a terra, Chac era conhecido como o deus da chuva. Como as chuvas são essenciais para o plantio, ele se tornou também o deus da agricultura. Era adorado como quatro entidades diferentes – cada uma representa um dos pontos cardeais.

AH PUCH

Ah Puch - Deus maia

Imagem: Reprodução

Deus da morte para os maias, Ah Puch era retratado com os ossos expostos. De maneira inconfundível, era conhecido simplesmente como um crânio e cabeça de um cadáver, que rondava as casas de pessoas doentes para capturar suas almas e leva-los para o submundo.

HUN HUNAHPU

Nasceu como humano, mas, graças à interação com os deuses, acabou se tornando uma divindade. Ele e seu irmão, Vucub Hunahpu, foram desafiados a um jogo de bola no reino dos mortos, mas acabaram sendo assassinados assim que chegaram lá.

HUNAHPU E XBALANQUE

Hunahpu e Xbalanque

Imagem: Reprodução

Irmãos gêmeos e filhos de Hun hunahpu, ambos têm origem humana e se tornaram deuses quando foram ao submundo para vingar a morte do pai, exigindo o jogo de volta. Quando a partida acabou, eles se cortaram em pedaços, reintegrando-se em seguida. Os deuses quiseram ter a mesma atitude, e os gêmeos não hesitaram em despedaça-los, mas recusaram-se a montá-los de volta.


Reportar erro