É possível morrer por causa de um ‘cheiro’ ruim?

Sim, porém, não por causa do cheiro ruim em si, mas em decorrência de alguns elementos presentes na composição de determinadas substâncias. Entenda


Na vida, todo mundo tem suas preferências, cada um com as suas. E isso vai desde um cheiro, um aroma, até mesmo a preferência do tipo de parceiro ou parceira a escolher para viver ao lado pela eternidade.

Mas, falando em cheiro, será que aqueles odores os quais não nos identificamos e consideramos ruins são capazes de nos matar? Será que alguém pode morrer em decorrência de um cheiro ruim? Vejamos ao longo deste texto.

Independente do cheiro, substâncias dotadas de odor ruim podem causar morte

Não por causa do cheiro ruim em si, mas em decorrência de alguns elementos presentes em sua composição, algumas substâncias que cheiram mal podem causar a morte, sim. Tais casos se dão quando há a ocorrência de reações bioquímicas no interior do organismo, essas geradas devido a uma substância cujo odor é desagradável.

É possível morrer por causa de um 'cheiro' ruim?

Foto: Reprodução/ internet

Substâncias que cheiram mal e que matam

Exemplo desse tipo de caso é o da amônia (NH3), do tetracloreto de carbono (CCI4), do clorofórmio (CHCI3), do bastante “fedorento” sulfeto de hidrogênio (H2S), mais conhecido no mercado como ácido sulfídrico, entre outras.

Em pequena concentração, essa substância provoca queda de pressão, dor de garganta e irritação nos olhos. Mas, em elevada, a mesma pode causar o bloqueio das vias respiratórias até provocar morte em decorrência de asfixia.

Tal substância é capaz de causar uma espécie de “anestesia” no sistema olfativo, fazendo com que o indivíduo fique incapaz de impedir a sensação do seu odor desagradável e nocivo.


Reportar erro