Entenda o que é o remédio placebo e seu efeito no corpo

O efeito placebo não se resume somente a remédios tradicionais, mas também a situações de cirurgias espirituais e terapias alternativas


De maneira simples, o placebo é um remédio de mentira, mas que cura de verdade. Entendeu? Isso acontece em experimentos nos quais os pesquisadores dão a pacientes substâncias que não tem nenhuma capacidade de interferir da doença, mas mesmo assim, obtém resultados positivos graças à ação do cérebro.

É esse órgão magistral que comanda tudo. Ele pode fazer com que ao tomar um comprimido feito simplesmente de açúcar, mas que você acredita ser um poderoso remédio contra labirintite e bingo! Você melhora.

A descoberta veio lá de trás no século 18, quando o médico John Haygarth, observou que uma médica chamada Elisha Perkins tratava seus pacientes com um aparelho feito de metal, o qual acreditava tirar os fluídos elétricos ruins dos pacientes.

Foi então que o médico resolveu copiar a invenção de Elisha Perkins, mas ao invés de metal, fez duas varetas de madeira. O resultado? Os mesmos com os dois aparelhos. Ou seja, as pessoas realmente se sentiam melhor, mas não era o tipo de material que proporciona isso, mas sim, a crença delas.

Entenda o que é o remédio placebo e seu efeito no corpo

Foto: depositphotos

Alguns séculos depois, os pesquisadores continuam a usar a mesma lógica que o médico John Haygarth. A indústria farmacêutica, por exemplo, costuma promover um estudo chamado de duplo-cego, quando o mesmo grupo de pessoas recebe metade um medicamento e a outra um placebo. E a história se repete: uma porcentagem dos que tomaram remédio de mentira obtém as mesmas respostas que os que tomaram medicamento de verdade.

Há muita polêmica em torno dessa questão. Há correntes que acreditam na cura pelo placebo, como há aqueles que não acham que as coisas são bem assim. As duas razões mais aceitas para os bons resultados após dos remédios de mentira são as que envolvem o Condicionamento Clássico ou o Mecanismo Consciente.

O Condicionamento Clássico afirma que não é o uso do placebo que faz com que a pessoa melhore. É simplesmente, o corpo que reage a ela. Seria como se algumas enfermidades simplesmente fossem desaparecendo naturalmente, independentemente do uso do placebo. Ou seja, o corpo se curou e não tem nada a ver com o que a paciente está tomando.

Já o Mecanismo Consciente atuaria no cérebro do indivíduo que desejoso de sua recuperação, ele a alcançaria. A sua motivação e ansiedade seriam os responsáveis pela cura. O efeito placebo não se resume somente a remédios tradicionais, mas também a situações de cirurgias espirituais e terapias alternativas.


Reportar erro