Era Cenozoica

Chamamos de Era Cenozoica a fase que teve início 65 milhões de anos atrás – ao final do período mesozoico – e continua até…


Chamamos de Era Cenozoica a fase que teve início 65 milhões de anos atrás – ao final do período mesozoico – e continua até os dias de hoje. É dividida em duas fases: o Período Terciário e o Período Quaternário.

Era Cenozoica

Foto: Reprodução

Características

A Era Cenozoica é conhecida principalmente por ser o período em que novas espécies surgiram depois do cataclismo que se abateu sobre o planeta ao final da Era Mesozoica – responsável pela extinção dos dinossauros.

Algumas espécies da Era anterior acabaram sobrevivendo e evoluindo diante da dificuldade para encontrar comida, que se estendeu até o início da Era Cenozoica. Os mamíferos foram os principais nesse quesito de evolução, razão pela qual alguns chamam a Era Cenozoica de Era dos Mamíferos. No entanto, muitos acreditam ser injusto dizer que os mamíferos predominavam uma vez que havia uma grande diversidade biológica, assim como uma rápida evolução de muitas espécies.

Período Terciário

O Período Terciário é o nome informal dado aos períodos oficiais: Paleogeno e Neogeno. De 65 a 1,8 milhões de anos, o Período Terciário se estendeu até o momento em que surgiram os primeiros ancestrais do homem e é dividido em cinco partes, conforme explicado a seguir.

  • Paleoceno: período de 65 a 54 milhões de anos. Em suas principais características, encontramos uma grande regressão marinha bem no início, quando a Pangea já estava em divisão que acabou privilegiando a diferenciação endêmica das espécies existentes.
  • Eoceno: período entre 54 e 33 milhões de anos que tem como característica principal a grande instabilidade tectônica. O início se deu com uma transgressão marinha, ou seja, com o avanço do mar para o interior do continente.
  • Oligoceno: desde 33 a 23 milhões de anos. O período teve como principal característica o resfriamento progressivo do mar em algumas regiões, além do surgimento dos primeiros primatas.
  • Mioveno: 23 a 5 milhões de anos. Sua principal característica é a adaptação dos animais marinhos como as baleias e as focas, por exemplo.
  • Plioceno: período de 5 a 1.8 milhões de anos. Nesse formou-se o Mar Negro, o Mar Cáspio e o Mar De Aral depois da transgressão marinha. Além disso, eram comuns as glaciações e seu final se dá com o surgimento do primeiro ancestral do homem.

Com a diferenciação das espécies de animais nos períodos Paleoceno, Eoceno e Oligoceno para o Mioceno e Plioceno, as três primeiras épocas formam o Paleogeno, e as duas seguintes formam o Neogeno.

Período Quaternário

Com início há 1,8 milhões de anos, o Período Quaternário tem continuidade até os dias atuais. É dividido em duas épocas denominadas Pleistoceno e Holoceno e tem como principais características diversos períodos de glaciação intensa e, consequentemente, alterações na flora e a predominância dos mamíferos maiores.

  • Pleistoceno: nessa fase, de 1,8 a 0.01 milhões de anos, a principal característica é o surgimento do homem. No entanto, muitos cientistas ainda discordam a respeito de essa característica ser suficientemente forte para demarcar uma época.
  • Holoceno: o período durou do final da última glaciação – estimado em 10 mil anos atrás – até os dias de hoje. Sua datação, no entanto, não é muito preciso devido ao fato de que a glaciação foi gradativa.

Reportar erro