Especiação

Quando observamos os animais que existem na Terra, podemos notar semelhanças entre determinadas espécies, por exemplo, os lobos e as raposas possuem características semelhantes,…


Quando observamos os animais que existem na Terra, podemos notar semelhanças entre determinadas espécies, por exemplo, os lobos e as raposas possuem características semelhantes, assim como um leão e um puma. Com isso, podemos chegar a uma conclusão: mesmo que há muito tempo, os lobos e as raposas já tiveram antepassados em comum. A teoria da evolução afirma que todas as espécies descendem de outras anteriores, e que foram sofrendo transformações com o passar do tempo, originando novas espécies. Com essa breve explicação, podemos passar ao conceito do que é especiação.

Especiação

Foto: Reprodução

Especiação é como chamamos o processo evolutivo que forma novas espécies, decorrentes das diferenças que surgem nos genomas de diferentes populações de uma mesma espécie. O processo pode acontecer por uma transformação gradual de uma espécie em outra, conhecida por anagênese, ou ainda pela divisão de uma espécie em duas, por cladogênese. Para entender melhor, se torna necessário explicar o que é uma espécie: é um grupo de indivíduos que são capazes de se reproduzir em condições naturais entre si originando descendentes férteis.

Os mecanismos de especiação

A especiação possui quatro modos principais pelos quais ocorre, a serem explicados abaixo.

Especiação alopátrica

Quando o surgimento de novas espécies acontece por especiação alopátrica, entendemos que a população de determinada espécie foi dividida geograficamente. Isso pode acontecer, por exemplo, pelo surgimento de uma cadeia montanhosa no meio do habitat, fragmentando-o. Estando fisicamente isoladas, as populações vão se diferenciar genotípica ou fenotipicamente, uma vez que estão sujeitas a pressões seletivas diferentes.

Especiação peripátrica

Já no caso de especiação peripátrica, mais comum e simples, a separação geográfica acontece de forma que os indivíduos são isolados totalmente ou quase completamente. No entanto, existe um gargalo que faz com que uma das duas populações seja inferior à outra em quantidade

Especiação simpátrica

Nesse caso, as populações continuam ocupando a mesma área quando começam a divergir. Isso pode acontecer com insetos que tornam-se dependentes de plantas hospedeiras diferentes, mesmo que seja em uma mesma área. Além disso, esse tipo de especiação pode ser possível com a poliploidia, quando nem todos os organismos são reprodutivamente isolados.

Nesse caso, a barreira que criou-se entre as populações foi a reprodução, que pode ser por mecanismos pré-zigóticos, impedindo a fecundação, ou ainda pós-zigóticos, que podem até produzir descendência, mas essa será estéril. Como exemplode pós-zigóticos, podemos citar o cruzamento entre cavalos e jumentos, que origina em um animal não fértil.

Especiação artificial

A especiação artificial acontece devido à seleção de animais de pecuária, como por exemplo as ovelhas domésticas e o gado domesticado. No entanto, a forma como são criados não são tão claros, por exemplo, as ovelhas foram criadas por meio de hibridação e não produzem descendentes férteis. Já o gado domesticado consegue reproduzir mesmo dentro das suas variedades.


Reportar erro