Expressionismo

Podemos definir como Expressionismo os vários movimentos de vanguarda que tiveram início durante o fim do século XIX e o começo do século XX…


Podemos definir como Expressionismo os vários movimentos de vanguarda que tiveram início durante o fim do século XIX e o começo do século XX que, assim como o Realismo, possuía uma visão de “anti Romantismo” sobre o mundo e procurava através da arte expressar a maneira pessoal de ver o mundo, de representa-lo não da forma concreta como era exposto aos olhos, mas de maneira mais psicológica, causando emoções através das pinturas.

Noite Estrelada de Van Gogh

“Noite Estrelada” de Van Gogh | Foto: Reprodução

O Expressionismo veio como uma resposta ao Positivismo e propunha um novo estilo de arte onde a mera observação e representação do mundo como ele é fica de fora, em contraste com o Naturalismo e o Impressionismo. O mundo deve sim ser representado segundo o olhar do artista.

Um dos percursores e principais representantes deste movimento foi o pintor holandês Vicent Van Gogh. Van Gogh tinha a intenção de representar o mundo e sua beleza natural através das cores que para ele representavam o principal elemento da pintura. Um de seus quadros mais famosos é “Noite Estrelada” onde ele retrata a noite com cores marcantes. Outra obra bastante notória é “O Grito” do pintor norueguês Edvard Munch onde ele ilustra um ser humano de aparência deformada e desesperada sobre uma ponte, “O Grito” é sem dúvida um dos representantes do movimento Expressionista.

Características do Expressionismo

O Grito de Edvard Munch

“O Grito” de Edvard Munch | Foto: Reprodução

Este novo estilo de obra pretendia romper com o Impressionismo, movimento anterior e também com as academias de arte. Uma das principais características das pinturas expressionistas era transmitir o mundo da maneira como visto pelos pintores, representar certos conflitos psicológicos sendo comum o retrato de pessoas com aparência estranha onde indica um estado mental afetado, como em “o Grito”. O uso constante de figuras humanas solitárias e em estado de solidão ou miséria que marcou o movimento é nada mais que o resultado da onda de angústia e ansiedade que tomava o círculo intelectual da Europa durante os anos que antecederam a Primeira Guerra Mundial (1914 – 1918).

O movimento surgiu como uma forma de demonstrar o estado interior dos indivíduos da época e como se sentiam isolados e alienados na nova sociedade moderna e industrializada.

É característico do Expressionismo o resgate de obras primitivas e o uso de traços e cores mais fortes que o habitual. Os pintores faziam, ainda, o uso da tridimensionalidade em suas obras, porém de maneira ilusória. Contudo, pode-se dizer que a principal característica deste movimento seja a deformação a realidade para que ela possa ser expressada de maneira subjetiva.


Reportar erro