Fast-food: comida rápida x problemas de saúde

Conheça a origem, as características e os problemas de saúde que podem ser causados pelo excesso de fast-food, termo em inglês para ‘comida rápida’


Fast-food é um termo em inglês que significa, literalmente, “comida rápida”. Trata-se de um nome genérico dado ao setor diferenciado no preparo de refeições, em que a padronização, mecanização, a garantia da procedência dos ingredientes e a rapidez atraem os consumidores.

A origem do fast-food

Com a principal característica de produzir lanches e acompanhamentos de forma rápida, os estabelecimentos do tipo fast-food são uma evolução dos restaurantes e lanchonetes do tipo drive-in, surgidas na década de 40, no sul da Califórnia, nos Estados Unidos.

A ideia de agilizar o serviço e economizar com os salários de garçons e cozinheiros foi de Maurice e Richard McDonald, donos de um drive-in por mais de 10 anos. Para melhorar o atendimento e alcançar os seus objetivos, eles idealizaram uma cozinha com equipamentos que pudessem preparar refeições com pouca variedade, porém, em grandes quantidades.

Com este sistema, que contava com um serviço padronizado e poucos funcionários, os irmãos McDonald viram o seu patrimônio se multiplicar rapidamente.

A ideia da dupla foi imitada por diferentes setores do serviço da alimentação e, hoje, são comercializados, da mesma forma, sanduíches, pizzas, pastéis, entre outros alimentos.

Fast-food: comida rápida x problemas de saúde

Foto: Pixabay

Comida rápida x problemas de saúde

O crescimento das cidades e o acúmulo das atividades cotidianas levaram muitas pessoas a buscarem a alimentação rápida e prática fornecida pelos fast-foods, pois assim ganhavam tempo e poderiam realizar mais tarefas. Assim sendo, a comida rápida tornou-se um sinônimo de um estilo de vida estressante. No ano de 1986, na Itália, surgiu o slow food (“comida lenta”), o principal movimento organizado em oposição ao fast-food.

Atualmente, além do McDonald’s, outras multinacionais especialistas em fast-food estão espalhadas pelo mundo inteiro, como o Giraffas, Subway, Burger King, Pizza Hut, Baked Potato, Bob’s, Habib’s, dentre outros. Com o uso do sistema de franquias, essas lanchonetes e restaurantes de comida rápida se multiplicaram. Com a franquia, aluga-se o direito do uso da marca, dos produtos e dos métodos utilizados ao franqueado, que paga as instalações e as taxas, além de, geralmente, repassar um percentual do lucro para a matriz.

Embora seja bastante apreciada por muitas pessoas, os lanches, empanados, batatas fritas, refrigerantes, milk shakes e outros alimentos oferecidos pela maioria das lanchonetes de fast-food são ricos em gorduras, açúcares, calorias e sódio. Por este motivo, este tipo de alimento é uma preocupação de médicos e nutricionistas, pois, se um indivíduo se alimentar muito de fast-food, poderá ficar obeso e desenvolver doenças com o decorrer do tempo.

Nos Estados Unidos, a população de obesos, inclusive entre as crianças, cresceu muito, e alguns especialistas apontam as refeições do tipo fast-food como responsáveis por tais índices.


Reportar erro