Filosofia grega

A filosofia surgiu na Grécia Antiga e, embora  eles vivessem em cidades-nações rivais, desenvolveram com essa ciência uma comunidade única de língua, religião e…


A filosofia surgiu na Grécia Antiga e, embora  eles vivessem em cidades-nações rivais, desenvolveram com essa ciência uma comunidade única de língua, religião e cultura responsável pelo grande avanço da ciência na Idade Antiga.

Filosofia significa amor à sabedoria e, por meio dela, alguns pensadores usaram de esforços intelectuais, pessoais e intuitivos para chegar a conclusões sobre a natureza humana e o universo.

Essa ciência – apoiada na genialidade grega – foi responsável pelo avanço das artes, literatura, música, filosofia e diversas outras.

Filosofia grega

Foto: Reprodução

Escola Socrática

Com o final do século V a.C. houve uma separação entre a filosofia e a ciência, quando surgiu a Escola Socrática – inspirada nos pensamentos de Sócrates.Este, foi um educador que tinha como objetivo conhecer o indivíduo mais do que os segredos do Universo. A frase, tão conhecida “Só sei que nada sei” foi dita por ele. Dizia que o aprimoramento do ser humano somente seria possível por meio da educação que deveria ser baseada no uso crítico da razão.

Sócrates foi acusado de renegar aos deuses e corromper a juventude, e foi condenado a beber um veneno mortal. No entanto, ele possuía seguidores como Platão e Aristóteles. Platão também tinha uma grande preocupação em torno da formação moral do indivíduo que, segundo ele, deveria ser acompanhada de uma reforma na sociedade.

Aristóteles, por sua vez, foi discípulo de Platão, e é considerado o filósofo grego que mais influenciou os povos do Ocidente, deixando trabalhos muito importantes na Física, Biologia, Astronomia e Política.

A filosofia grega e o Ocidente Europeu

Apesar de falarmos sobre a influência da filosofia no ocidente europeu, estamos falando também sobre o legado que deixaram nas Américas, pois esses pensamentos vieram com a colonização. Algumas contribuições tem destaque, como por exemplo a ideia de que a natureza obedece leis e princípios necessários e universais, ou seja, os mesmos em todo lugar e em todos os tempos – como exemplo dessa influência, podemos citar a lei da gravitação que afirma que todo corpo, ao sofrer uma ação de outro, produz uma reação contrária e igual.

Além disso, disseminou-se a ideia de que as leis necessárias e universais da natureza podem ser conhecidas pelo pensamento do homem, não sendo, consequentemente, mistérios secretos que precisam ser revelados por divindades, mas sim conhecimentos alcançáveis. O pensamento, assim como a natureza, também opera diante de leis, regras e normas universais e necessárias. Por meio delas, distinguimos o verdadeiro do falso.

Entre as influências, encontramos diversas ideias e ideais que muitos não fazem ideia, mas que são oriundas da filosofia grega.


Reportar erro