Genes recessivos

Os genes nada mais são do que as partículas pequenas do nosso corpo que carregam o material genético, ou seja, o nosso DNA e…


Os genes nada mais são do que as partículas pequenas do nosso corpo que carregam o material genético, ou seja, o nosso DNA e o ácido dioxirribonucleico. Estes são responsáveis pela produção da proteína que determina e transmite os caracteres hereditários.

Tanto os genes dominantes quanto os genes recessivos são ativos, sendo que a diferença entre eles encontra-se na proteína produzida pelo gene recessivo, fazendo com que apresente atividades diferentes na célula.

Com isso, podemos concluir que os genes carregam algumas características genéticas, podendo ser as características dominantes e as características recessivas. Enquanto aquelas são expressas pelos seres homozigotos e heterozigotos, estas são encontradas somente nos homozigotos.

Genes recessivos

Foto: Reprodução

Genes dominantes x genes recessivos

As características hereditárias são determinadas por meio dos genes dominantes, mesmo na ausência do alelo dominante. Estes são classificados em dominante homozigoto – puro – que é representado pelas letras maiúsculas AA, BB e VV, e em heterozigoto – híbrido –, que é representado por uma letra maiúscula e uma minúscula Aa, Bb e Vv.

Os genes recessivos, por sua vez, são aqueles responsáveis pela produção das proteínas que são consideradas defeituosas. Essas características dos genes recessivos não aparecem expressas no estado heterozigótico. Este irá produzir a sua característica somente quando o alelo for presente nos dois pares de cromossomas homólogos. Manifestando-se somente na ausência do gene contrário dominante.

Os genes recessivos

Os genes recessivos normalmente estão ligados a características como cores, mas caracterizam também síndromes e doenças causadas por genes recessivos anormais. Como exemplo, podemos citar o daltonismo, albinismo, miopia e hemofilia.

Como exemplo das características dos genes recessivos, podemos citar os cabelos louros e ruivos, cabelos lisos, olhos azuis, verdes, ser canhoto ou destro, possui tipo sanguíneo negativo, possuir miopia, entre outros.

Os genes dominantes

Entre as características carregadas pelos genes dominantes, podemos citar o nariz aquilino, lobo da orelha deslocado, queixo com covinha e prógnato, lábios grossos, cabelos escuros, calvície, olhos escuros, capacidade de enrolar a língua, dedo mindinho curvado e polegar curvado. Estes também são relacionados a algumas doenças como a polidactilia, doença de Huntington e doença de von Hippel.

Mendel

Em meados do século XIX, nada se sabia ainda sobre os mecanismos da hereditariedade, não sendo apresentada, até o momento, nenhuma explicação científica para a semelhança entre pais e filhos, plantas e entre animais. Mendel, no entanto, em  1865 interessou-se por esse assunto, começando a realizar experimentos com ervilhas.  Por meio deste experimento e dos cruzamentos realizados, Mendel conseguiu comprovar a existência desses genes que determinam as características de um indivíduo, de uma planta ou de um animal.


Reportar erro