Globalização

Globalização é um processo econômico social que estabelece uma integração em caráter econômico, social, cultural e político entre os países do mundo. Esse processo…


Globalização é um processo econômico social que estabelece uma integração em caráter econômico, social, cultural e político entre os países do mundo. Esse processo aproxima mercados e pessoas de diferentes países.

Globalização

Foto: Reprodução

A globalização surgiu com o aprimoramento de meios de transportes, telecomunicações e todo o processo de transição do avanço tecnológico, principalmente a internet. O processo apareceu para atender ao capitalismo, uma vez que países mais desenvolvidos precisavam buscar novos mercados já que o consumo interno estava saturado.

Origem e características da globalização

A tecnologia é a principal condutora da globalização. Seus avanços, principalmente na tecnologia da informação, têm criado ferramentas poderosas aos agentes econômicos, permitindo identificar e captar novas oportunidades econômicas.

Historiadores afirmam que o processo da globalização teve início nos séculos XV e XVI com as Grandes Navegações e Descobertas Marítimas. O europeu, neste contexto, entrou em contato com povos de outros continentes estabelecendo conexões comerciais e culturais. No final do século XX, efetivou-se logo após a queda do socialismo no leste europeu e na União Soviética. Em 1970, o neoliberalismo ganhou forças e impulsionou o processo da globalização.

Os mercados internos estavam saturados e fizeram com que empresas multinacionais passassem a buscar conquistar novos mercados, principalmente nos países que haviam saído recentemente do socialismo.

Os recursos tecnológicos eram cada vez mais utilizados para que os preços pudessem ser barateados, e que os contatos comerciais fossem realizados mais rapidamente para combater a concorrência e, neste contexto, entra a utilização da internet, dos computadores e dos meios de comunicação por meio de satélite.

A busca por preços finais dos produtos mais baratos fazia com que as indústrias procurassem mão-de-obra, matéria-prima e energia em países que fossem mais baratos.  Facilitando ainda mais as relações econômicas, bancos e casas de câmbio desenvolveram uma forma mais rápida e eficiente de realizar transferências de capital.

A globalização vai além das relações comerciais e financeiras, alcançando a comunicação. As pessoas cada dia mais buscam facilidades de comunicação com pessoas de outros países além de conhecer outras culturas. A televisão e os computadores disseminam ideias ao redor do mundo formando uma grande Aldeia Global. A língua inglesa tornou-se essencial neste contexto, uma vez que se tornou um idioma universal e a principal forma de comunicação ao redor do mundo.

Os tigres asiáticos

Os tigres asiáticos, que são Hong Kong, Taiwan, Cingapura e Coreia do Sul, souberam aproveitar os benefícios deste processo investindo em tecnologia e educação nas décadas de 1980 e 1990. Conseguiram, como resultado, abaixar os custos de produção e agregar tecnologia aos produtos, se tornando e sendo até hoje, grandes exportadores com ótimos índices de desenvolvimento econômico e social.

Blocos econômicos

Alguns países se juntaram durante o processo de globalização e formaram os blocos econômicos, que são grupos de países que se unem para aumentar relações comerciais entre eles. O Mercosul, a União Européia, a Comecom, o NAFTA, o Pacto Andino e a Apec, são blocos que se fortalecem cada vez mais e já se relacionam entre si. Os países, ao fazer parte destes blocos, fortalecem suas relações comerciais internacionais.

Com o alto nível de competição entre os mercados causados por essa abertura comercial da globalização, tornou-se necessário produzir cada vez mais com menos. O trabalhador perdeu espaço para as máquinas, para que a produção se tornasse mais rápida e eficiente, trazendo um dos pontos negativos da globalização: o desemprego.


Reportar erro