História da Argentina

A região onde atualmente encontra-se a Argentina, de acordo com estudos arqueológicos, recebeu os primeiros habitantes há aproximadamente 13 mil anos. Acredita-se que a…


A região onde atualmente encontra-se a Argentina, de acordo com estudos arqueológicos, recebeu os primeiros habitantes há aproximadamente 13 mil anos. Acredita-se que a chegada do homem ao continente americano deu-se pela passagem da Ásia para a América por meio do Estreito de Bering.

A colonização dos espanhóis somente começou no ano de 1516 quando Juan Diaz de Sólis, navegador espanhol, tornou a conquista do território oficial. A região da Argentina, anteriormente, era habitada por querandis, guaranis, charruas e quíchuas até este momento. A capital, no entanto, somente foi fundada no ano de 1534, recebendo o nome de Buenos Aires. Durante o século XVI iniciou-se também a exploração da prata e, no século seguinte, os espanhóis começaram a usar a mão de obra indígena para este fim. Estes povos foram, aos poucos, conquistados e dizimados, e os guaranis foram catequizados.

História da Argentina

Foto: Reprodução

Independência

O país somente conseguiu alcançar a independência no ano de 1816 quando aconteceu uma revolução que derrubou o vice-rei espanhol em 1810. No ano de 1853, foi proclamada a primeira Constituição que perdura até os dias de hoje, apenas com algumas modificações que foram feitas no ano de 1994.

Conflitos e democracia

Ainda enquanto colônia existiram conflitos na região. No ano de 1776 houve uma disputa entre espanhóis e índios guaranis argentinos que iniciaram uma luta para tentar expulsar os colonizadores da região do Rio da Prata. Além disso, ainda durante este período de colonização, houve um conflito em que a Argentina resistiu à invasão inglesa.

Durante a metade do século XIX, o país teve sua história marcada por conflitos internos que envolviam os liberais civis e os conservadores militares. Durante este momento teve como destaque o inicio do movimento peronista ao final da Segunda Guerra Mundial.

Em 1946m a Argentina passou a ser governada por um presidente populista, Juan Domingos Perón. No ano de 1955, no entanto, ele foi deposto e exilado em um golpe militar retornando ao país em 1973, quando governou até a sua morte. Sua esposa assumiu seu lugar, mas obrigada pelos militares, renunciou três anos depois, tendo o país, novamente, a ditadura instalada.

Marcada por uma alternância de poder com muitos presidentes militares e civis, golpes frequentes e ditaduras violentas entre os anos de 1955 e 1983, a Argentina somente encontrou novamente a democracia ao final desse período, marcado pela eleição do presidente Raul Afonsin. A história da Argentina é marcada , após esse período, por uma enorme desordem econômica que, durante a presidência de Fernando de La Rúa, alcançou seu extremo.  Atualmente o país encontra-se em uma fase de elevado crescimento econômico, melhorando suas condições.


Reportar erro