História do México

O México é um país que possui uma história muito complexa, pois possuía muitos habitantes de diversas civilizações diferentes, passou com invasões, guerras e…


O México é um país que possui uma história muito complexa, pois possuía muitos habitantes de diversas civilizações diferentes, passou com invasões, guerras e crises econômicas até chegar a se tornar o país que conhecemos hoje. Veja agora um pouco mais sobre a história do México.

História do México

Foto: Reprodução

Os primeiros moradores

Mesmo havendo indícios de que existiu ocupação humana no México há mais de 20000 anos, a primeira prova concreta dessa ocupação teve origem em dois locais de caça ao norte da Bacia do México. De acordo com essas evidências, os moradores eram caçadores que alimentavam-se de mamutes e outros animais. Os primeiros mexicanos começaram a cultura seletiva de plantas de milho, isso ocorreu cerca de 8000 anos a.C. Eles trabalhavam com cerâmica e entre 1800 e 1500 a.C. a agricultura intensiva teve início.

Durante a época pré-hispânica muitas civilizações evoluíram e suas culturas se tornaram ainda mais complexas, entre essas civilizações temos: olmeca, asteca, teotihuacan, maia, zapoteca, mixteca e outras, que duraram cerca de 4000 anos até o primeiro contato com a civilização europeia. Foram esses primeiros habitantes que criaram os templos-pirâmide, os observatórios, aquedutos, cidades, desenvolveram a matemática, astronomia, o calendário com 365 dias e trouxeram muitos outros avanços para a humanidade.

A chegada dos espanhóis

A região era habitada por astecas, toltecas e os maias antes mesmo da chegada dos espanhóis. Coube ao espanhol Hernán Cortés a ação de acabar com essas civilizações entre os anos de 1519 e 1521. No local onde existia a capital do império asteca foi construído a Cidade do México, atual capital do país. Essa expansão também foi importante para difundir a fé católica, uma vez que, após as conquistas das regiões, missionários eram enviados para converter os indígenas a fé do catolicismo.

A independência

Em 1810 é proclamada a independência do México, e em 1824 de sua república. A independência aconteceu porque as pessoas que faziam as colônias não queriam mais enviar as riquezas encontradas para a Espanha. O padre Miguel Hidalgo y Costilla, uma certa noite acabou prendendo as autoridades locais na cadeia e soltou os presos. Em uma missa convocou a população a ir contra o governo, e este fato se tornou o marco para o grito de independência, realizado em um povoado chamado Dolores.

A Guerra do México e outros acontecimentos posteriores

Por volta de 1845 e 1848 o México trava uma guerra com os Estados Unidos e acaba perdendo durante os confrontos vários territórios que eram localizados no norte do país, regiões que hoje são conhecidas como: Estados do Texas, Nevada, Califórnia, Utah e Novo México.

Além dessa guerra o México acabou enfrentando outras, inclusive guerras civis. Em 1857 começava a revolução liberal. O poder estava nas mãos de Benito Juárez, que tinha uma política progressista, no entanto ele não foi aceito pelos conservadores, o que culminou a uma guerra civil em 1861, vencida pelo grupo de Benito, que após a vitória suspendeu o pagamento da dívida externa.

O governo do general Porfirio Díaz durou cerca de 31 anos (1876 – 1911), o que ficou conhecido como “Porfiriato”. E para se colocar um fim a duração desse governo foi preciso o país passar por uma revolução, a Revolução Mexicana. Ela foi liderada por Zapata e Villas por volta de 1910, custando a vida de 10% da população existente no México naquela época.

Após todos esses conflitos, várias empresas estatais foram privatizadas em 1980. E um detalhe importante na história do México, é a entrada do mesmo no grupo Nafta, em 1993, que concedeu livre comercio na região Norte Americana.

Em 1994, o país viveu uma grande crise, e acabou afetando vários países que dependiam do fator comercial do México, e esta crise ficou conhecida como “efeito tequila”. A crise se deu pela falta de competitividade que as empresas mexicanas enfrentaram com as entradas de empresas dos Estados Unidos. No ano de 2000, sobe ao poder Vicente Fox Quesada, que faz parte do Partido da Ação Nacional do México (PANM), acabando uma hegemonia de 71 anos do governo do Partido Revolucionário Institucional (PRI).


Reportar erro