Matemática e os Temas Transversais

Os Temas Transversais na Matemática incluem o respeito às diferenças, meio ambiente, ética, relações capital-trabalho e direito do consumidor. Saiba mais


O ensino da Matemática, assim como o de outras disciplinas, vem passando por diversas modificações de caráter curricular e metodológico, como resultado dos indicadores das avaliações nacionais e a necessidade de reformulação para que o processo de ensino e aprendizagem seja mais significativo, também com a incorporação do compromisso com a construção da cidadania.

Neste contexto, os Temas Transversais surgem na Educação, incorporando as questões de Ética, de Pluralidade Cultural, do Meio Ambiente, da Saúde, da Orientação Sexual, do Trabalho e Consumo.

O conceito dos Temas Transversais

Os Temas Transversais surgiram a partir de questionamentos, em vários países, acerca do papel que deveria ser desempenhado pela escola, no contexto de uma sociedade plural e globalizada. Organizações não-governamentais e também governamentais iniciaram o desenvolvimento de projetos educacionais que abordassem os assuntos relacionados ao cotidiano da maioria da população.

Uma das propostas realizadas foi a inclusão transversal, sem dispensar os conteúdos curriculares tradicionais, de temas que incluem o respeito às diferenças, meio ambiente, ética, relações capital-trabalho, direitos do consumidor e outros.

No Brasil, a proposta de incluir os temas transversais na estrutura curricular das escolas deu-se após a apresentação do documento dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) pelo MEC, no ano de 1998.

O professor de Matemática também deve seguir as orientações dos PCNs, que fornecem os temas transversais que se relacionam com o ensino da disciplina, expressando conceitos e valores que formam a base da sociedade.

Matemática e os Temas Transversais

Foto: Reprodução/ internet

 

Temas Transversais no ensino de Matemática

Os Temas Transversais devem ser acolhidos pelas áreas de conhecimento convencionais, o que aumenta o compromisso do professor com relação à formação dos alunos, pois os conteúdos devem ser trabalhados de forma a explicitarem as questões dos Temas Transversais e os objetivos devem ser alcançados.

Em relação à ética, o professor de Matemática pode pedir trabalhos em equipe, que reforçam os laços de compreensão e respeito, intensificando as trocas de experiências dos alunos.

Para abordar questões sociais, o professor da disciplina pode trabalhar gráficos estatísticos sobre os índices de gravidez na adolescência, por exemplo, além de abordar a questão da orientação sexual. Dados como os índices de fome, mortalidade infantil, saneamento básico, subnutrição nacional e internacional, cálculo do índice de massa corpórea e outros também podem ser trabalhados nas aulas de Matemática.

Às vezes, o lixo que fica no chão após uma aula que necessita de recortes, por exemplo, pode iniciar a reflexão sobre a responsabilidade de cada um em relação ao meio em que vive. O ensino da Matemática também pode se relacionar com o meio ambiente por meio do estudo de situações que envolvam o cálculo de área, volume e índices percentuais relacionados à poluição, enchentes, aquecimento global, desmatamentos e outros problemas globais.

A relação da Matemática com os Temas Transversais fornecerão maior contato do aluno com o meio externo, interferindo na mudança dos valores, desenvolvendo a crítica e o posicionamento diante das questões sociais e contribuindo com a sua formação como cidadão. Assim sendo, os PCNs trazem os Temas Transversais como um complemento importante aos procedimentos educacionais, aproximando o aluno não apenas do saber escolar da escola, mas o saber matemático inserido nas mais diversas questões da sociedade.


Reportar erro