Metamorfose

Existem dois tipos de desenvolvimento: o direto, que ocorre em animais que passam por poucas mudanças estruturais do nascimento a vida adulta, como o…


Existem dois tipos de desenvolvimento: o direto, que ocorre em animais que passam por poucas mudanças estruturais do nascimento a vida adulta, como o ser humano; e o indireto, que ocorre em animais que têm grandes mudanças estruturais desde que nasce até a vida adulta, também chamado de metamorfose.

Metamorfose

Foto: Reprodução

O que é metamorfose?

Do grego metamorphosis, que quer dizer transformação, a metamorfose é a mudança no formato do corpo, nos tecidos, nos órgãos, no crescimento, na diferenciação dos animais e em seus modos de vida. Animais como insetos, anfíbios e moluscos, passam por estágios larvais até alcançar a vida adulta.

Existem vários tipos de metamorfoses. Um deles é em que há mudança de habitat e de hábitos, como acontece com anfíbios e insetos. A libélula, por exemplo, em sua primeira fase vive só na água e na sua fase adulta passa a viver também no ambiente terrestre, onde começa a voar. Com o sapo, como acontece com a libélula, em sua fase de girino vive somente na água e na sua adulta passa a viver também no ambiente terrestre, ai já como um anfíbio.

Metamorfose da rã

Foto: Reprodução

Com os insetos, o inicio de suas vidas é chamado de larva ou ninfa – a denominação depende do desenvolvimento pós-embrionário de cada tipo de inseto. Existe a metamorfose gradual ou incompleta, que é quando o ser já nasce com o formato de um ser adulto, sendo o nascimento de asas o marco visível para notar a transição. O holometabolismo ou metamorfose completa é quando o ser passa por quatro fases bem marcadas de transição: ovo, larva ou ninfa, pupa e adulto. Há também a hipermetamorfose, que é quando o inseto passa por várias fases larvais para chegar a próxima fase de transição, a pupa.

Examinando as fases:

– Larva: o animal se alimenta muito e pode passar até meses nessa fase. O mosquito da dengue deixa suas larvas submersas na água limpa e parada, eles se alimentam da matéria orgânica do local. Quanto mais quente a temperatura da água mais rápido será o seu desenvolvimento.

– Pupa: o animal está em repouso e sem se alimentar. No caso do mosquito da dengue, essa fase é rápida – durando entre dois a quatro dias, tempo para que seu exoesqueleto endureça –, ele fica flutuando sob a água e logo passa para a fase adulta.


Reportar erro