Microscopia

É de conhecimento geral que a ciência evolui a cada dia que passa. Doenças que décadas atrás eram responsáveis por levar à morte milhares…


É de conhecimento geral que a ciência evolui a cada dia que passa. Doenças que décadas atrás eram responsáveis por levar à morte milhares de vidas, hoje se tornaram apenas estatísticas de um passado distante. É fato que nem todas as doenças tiveram suas curas plenamente descobertas, como o caso da AIDS e de alguns tipos de câncer, mas a ciência e tecnologia permitem que as pessoas portadoras dessas doenças vivam com maior conforto, qualidade e tempo de vida do que os indivíduos que eram acometidos por elas no passado. Para que se pudesse chegar nesse patamar, muitos aparelhos foram fundamentais, dentre eles o microscópio, sobre o qual falaremos mais nesse artigo.

Importância do microscópio

Partes do microscópio

Foto: Reprodução

Presente numa vasta quantidade de laboratórios, o microscópio é o principal instrumento de trabalho de muitas pessoas, como os Biomédicos – cujo símbolo da profissão é um microscópio em seu centro. Através do microscópio foi possível descobrir a origem, como agem e como combater diversos fungos, vírus e bactérias, entendendo melhor muitas doenças, seu desenvolvimento, como preveni-las e como curá-las.

Microscópio na corrente do tempo

– 2.000 a.C. – Nessa época os chineses tiveram a idéia inicial do que, posteriormente se tornaria o microscópio. Eles utilizavam um tubo com uma lente no final, e o preenchiam com água. O nível de água era de acordo com o grau de ampliação que desejavam, e assim conseguiam ver espécies ampliadas.

– 1591 – Nesse ano os holandeses Hans Jansen e seu filho Zacharias Janses, fabricantes de óculos, criaram o primeiro modelo de microscópio da história. Ele era constituído por três tubos cilíndricos responsáveis por apoiar as lentes que eram inseridas no fim deles. Combinaram a lenta da ocular bi-convexa com a lente da objetiva plano-convexa, um verdadeiro avanço para a época em que viviam.

– 1625 – Galileo Galilei tomou conhecimento dos estudos e experimentos feitos pelos Jansen, e decidiu iniciar os trabalhos com lentes. No princípio a invenção do microscópio foi atribuída a ele, mas posteriormente foi questionada. Galileo descreveu o aparelho como “um telescópio modificado para enxergar objetos de muito perto”, e seu amigo Johannes Faber foi quem conferiu ao instrumento o nome de microscópio.

– 1675 – Anton Van Leeuwenhoek utiliza um microscópio para observer insetos e outras espécies. Foi a primeira pessoa na história a observar uma bactéria.

– 1931 – Depois de muitas descobertas, muitos novos termos, nesse ano Ernst Ruska e Max Knoll inventaram o primeiro microscópio eletrônico, no qual não é necessária a utilização de luz, e sim de feixes de elétrons.

Microscópio na atualidade

Microscópio

Foto: Reprodução

Desde então, foram criados os microscópios digitais – que permitem transmitir a imagem vista para um computador ou televisão em tempo real – e até mesmo os microscópios portáteis, que podem ser facilmente carregados e possuem o tamanho de uma caneta, com ampliação de até 500x.


Reportar erro