Mudanças de estado físico da matéria

Por Agnes Rafaela

Os estados físicos da matéria são tidos como o estado de agregação da mesma. São influentes no comportamento dessa matéria em determinada reação, e estão classificados em três tipos:

  • Sólido: é o mais estável, nele as moléculas estarão dispostas uma junto da outra, sem agitação.
  • Líquido: neste, as moléculas já se encontram mais desorganizadas e com certa agitação.
  • Gasoso: é o estado mais instável, as moléculas se dispõem distantes, desorganizadas e com movimento intenso.

Quando um corpo recebe calor, pode haver mudança de fase. Esse calor necessário para realizar a mudança é próprio de cada material e se chama calor específico.

As mudanças de estado físico

Mudanças de estado físico da matéria - Água

Imagem: Reprodução

Fusão: acontece nesse processo a passagem do estado sólido para o líquido. O solido vai recebendo calor continuamente, assim vai aumentando sua temperatura. Em determinado momento, quando se atinge o ponto de fusão, temperatura ideal para que isso ocorra, a temperatura permanece constante e o sólido começa a derreter, vale salientar que durante o processo, existirá um momento contendo as duas fases, até tudo se transformar em líquido. Quando todo ele já se encontra no estado líquido, a temperatura voltará a subir. Ex: pedra de gelo em processo de derretimento.

Solidificação: processo inverso à fusão, ou seja, nele o líquido vai se transformar em sólido. Se começarmos a tirar calor do líquido, ou seja, resfriá-lo, a temperatura irá baixar até certo momento onde o ponto de solidificação terá sido atingido, e então a temperatura será constante, iniciando-se o processo em que o líquido começará a solidificar-se. Assim como o processo anterior, existirá o momento onde os dois estados de agregação irão existir. Quando estiver completamente transformado em sólido, a temperatura voltará a diminuir. Ex: água virando gelo.

Vaporização: é um processo mais complexo que os anteriores. Caracteriza-se pela passagem do líquido para o gasoso e pode ocorrer de duas formas.

- Evaporação: ocorre a qualquer temperatura. As moléculas mais rápidas conseguem superar a tensão superficial do líquido e desse modo vão escapando, “desaparecendo’”, transformando-se em vapor. Este é um processo lento. Ex: louça secando.

- Ebulição: ocorre quando o líquido está recebendo calor e à medida que vai esquentando, vão se formando bolhas no interior desse líquido. Assim, quando a pressão desse vapor se torna superior à atmosférica, ou seja, quando é atingida a temperatura de fusão, as bolhas se expandem e estouram-se na superfície do líquido, liberando o vapor. Também é importante saber que durante esse processo, a temperatura permanecerá constante. Ex: água fervendo.

Liquefação/Condensação: passagem do gás ou vapor para o estado líquido. Nesse processo, o gás ou vapor é resfriado e quando começa a mudar de fase, mantém a temperatura constante. Ex: orvalho.

Sublimação: processo onde o sólido passa diretamente para a fase gasosa, por aquecimento; ou o oposto, que é menos frequente, tido por arrefecimento. Ex: gelo seco e naftalina.