O grupo anonymous: legião que não perdoa e não esquece

Você já ouviu falar no grupo anonymous? Entenda quem são e saiba quais são os objetivos desse grupo


Criado por volta de 2003, o grupo Anonymous – que vem do inglês, significando anônimo –, é uma comunidade virtual que objetiva não apenas o entretenimento, mas o ciberativismo e o vigilantismo na Internet.

O grupo se descreve como uma legião que não perdoa e não esquece, já que a internet é algo bastante sério. O lema seguido pelo grupo é de manter a internet livre e aberta para todos.

O termo usado para denominar o grupo é também bastante comum entre os membros de subculturas da internet, sendo usado como uma forma de fazer referência às ações de pessoas em um ambiente em que suas identidades são desconhecidas.

O grupo anonymous: legião que não perdoa e não esquece

Foto: Reprodução/ internet

Como funciona?

A comunidade é anônima e atua de forma organizada objetivando em prol do mesmo objetivo. Em 2008 e depois disso, o grupo ganhou bastante notoriedade quando se associou ao hacktivismo, engajado em protestos buscando promover a liberdade de expressão e conteúdo online. Qualquer um que participa das ações do grupo se autodenomina anônimo. O grupo é formado por usuários de fóruns de discussões, como é o caso do Internet Relay Chat (IRC).

O nome foi associado justamente ao anonimato pelo qual os usuários fazem posts e comentários na internet. O uso do termo teve início nos imageboards e os usuários recebem uma etiqueta de anônimo para deixarem conteúdos sem saber quem originou.

“Nós [Anonymous] somos apenas um grupo de pessoas na internet que precisa – de um tipo de saída para fazermos o que quisermos, que não seriamos capazes de fazer em uma sociedade normal… Essa é, mais ou menos, a ideia. Faça como quiser”, – Trent Peacock. Search Engine: The face of Anonymous, 7 de Fevereiro de 2008.

Composição do grupo

O grupo, em sua maioria, é composto por usuários de múltiplos imageboards e fóruns da internet e, além disso, diversas redes de IRC e Wikis são mantidas como uma forma de superação às limitações dos imageboards tradicionais.

Polêmicas

Leia abaixo algumas situações polêmicas em que estiveram envolvidos:

No dia 7 de Dezembro de 2007, aconteceu uma prisão de um predador sexual chamado Chris Forcand, de 53 anos, que foi acusado de seduzir uma criança de 14 anos. Segundo o relatório da prisão, a sua prisão se deu graças ao monitoramento dos “cyber-vigilantes, que procuravam por pessoas que apresentam interesse sexual em crianças”. Ao saberem desse predador, fizeram a denúncia.

Além disso, ganharam atenção mundial com um projeto de protestos contra a Igreja da Cientologia, o Projeto Chanology. O mesmo surgiu diante de uma entrevista com Tom Cruise que foi feito pela igreja e vazou na internet. A igreja emitiu um pedido de violação de direitos autorais, solicitando a remoção do vídeo, e foi aí que fizeram o projeto, organizando uma série de ataques, pois consideraram a ação da igreja como uma censura na internet.

Houveram ainda diversos outros envolvimentos em favor da liberdade, mas da proteção dos usuários da internet.


Reportar erro