O iPad

Entenda o que é e para que serve o iPad, confira suas características e saiba como pode ser usado como ferramenta para o ensino


Você provavelmente já ouviu falar, em algum lugar, sobre o iPad, mas você sabe o que é? Trata-se de um aparelho desenvolvido pela empresa Apple Inc, a mesma do iPhone. O mesmo é um tablet, ou seja, um executor de mídia, ou ainda uma forma de carregar muitos conteúdos, como músicas, livros, revistas, fotos, entre outros, de forma digital e portátil.

História

Anunciado no dia 27 de janeiro de 2010, o iPad ficou conhecido pela primeira vez em uma conferência para imprensa no Yerba Buena Center for the Arts, em San Francisco, nos Estados Unidos. Surgiram, alguns meses antes, alguns supostos nomes que seriam usados, como iSlate, iBook e iTablet, além de outros. O aparelho foi apresentado como algo entre o MacBook (notebook da mesma marca) e o iPhone (aparelho celular também da mesma companhia). O sistema operacional usado é o mesmo do iPhone, o iOS, e o aparelho teve uma grande recepção quando foi lançado.

No Brasil, o equipamento passou a estar disponível em 30 de novembro de 2010, e na mesma semana, a Transform, empresa brasileira especializada em produtos para a área médica, entrou com uma ação contra as distribuidoras deste aparelho no país, alegando que teriam propriedade sobre a marca iPad, uma vez que tinham um desfibrilador i-PAD Fast. Em defesa, a Apple Inc alegou que o nome seria semelhante ao do iPod, aparelho de música, de seu domínio.

Características

o-ipad

Além de armazenar esses conteúdos, os tablets, como é o caso do iPad, permitem que o usuário assista filmes, jogue games, tire fotos, acesse sites da web, entre outras coisas. Seria algo como um celular em tamanho físico ampliado, sendo que alguns, inclusive, permitem o uso da internet 3G, permitindo também a execução de ligações para celulares.

O aparelho dessa marca é fino, leve e bastante bonito, fazendo uso da tecnologia touchscreen para facilitar o manuseio. Com a ausência de botões, usa-se o dedo ou uma caneta específica para acessar aplicativos e outras funcionalidades. Esses aparelhos, entretanto, só permitem que se use conteúdo baixado no aparelho, já que não há entrada USB nem para CD e DVD.

iPad como ferramenta de ensino

No ano de 2013, o governo de Andorra obrigou os alunos de ensino público a adquirir um tablet Apple para o uso escolar com o objetivo de diminuir o peso decorrente de livros e cadernos carregado pelos alunos, evitando, dessa forma, o prejuízo causado às costas. Andorra foi, portanto, o primeiro país da Europa a apostar no tablet como uma forma de aplicação para a educação, mas essa decisão criou uma grande polêmica, já que nem todos têm dinheiro para essa aquisição.

Além disso, afirmou-se que por ser um material muito delicado, nas mãos de crianças poderia estragar facilmente. O governo assegurou que as famílias mais carentes poderiam recorrer ao pagamento à prazo, e explicaram a escolha do iPad, da marca Apple, por ser facilmente controlado para evitar aplicações que não sejam relacionadas às aulas.


Reportar erro