Os textos motivadores na redação do Enem

Os textos motivadores na redação do Enem fornecem elementos que ajudam o candidato a refletir sobre o tema abordado


Os textos motivadores na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm a função de situar o candidato acerca do tema da proposta, fornecendo elementos que possam ajudá-lo a refletir sobre o assunto abordado. Tais textos servem para despertar ideias para o desenvolvimento do tema e também são úteis por ajudar a manter o foco temático.

A coletânea textual apresentada na prova de produção escrita do Enem pode vir na forma de textos escritos (trechos de livros, artigos opinativos, leis, poesias, letras de músicas etc.), quadrinhos, tirinhas, peças publicitárias, gráficos, caricaturas, tabelas, mapas, dentre outros.

Como utilizar os textos motivadores do Enem?

De acordo com o Manual do Candidato do Enem, o papel dos textos motivadores da prova de redação é o de motivar, inspirar e contextualizar o candidato em relação ao tema proposta. O candidato deve aproveitar as informações presentes no texto sem copiar, pois as provas que contêm cópias terão as linhas desconsideradas no momento da correção e podem, quando em excesso, levar à nota zero na produção escrita.

Os textos motivadores não estão ali por acaso ou para enfeite, então devem sim ser utilizados, e podem evitar que o candidato escreva uma redação genérica.

A proposta do Enem não é que o aluno reproduza as informações contidas nos textos motivadores. A banca de redação deseja que o candidato leia os textos, interprete-os e reelabore-os, conectando-os à sua discussão. Assim sendo, o ideal é retirar de cada texto motivador as ideias principais e que podem ser utilizadas na sua produção escrita.

Os textos motivadores na redação do Enem

Foto: Reprodução/ internet

As informações contidas nos textos motivadores podem fazer com que o candidato se lembre de outras, o que ampliará a fundamentação da sua argumentação.

Para evitar a cópia, uma boa dica é escrever as principais ideias em forma de tópicos e com as suas próprias palavras. Isto ajudará o candidato a se situar e a delimitar melhor a sua tese e os seus argumentos.

Os textos de apoio devem ser interpretados de maneira crítica e reflexiva e o aluno deverá relacionar as informações com o tema e com o seu conhecimento de mundo.

Mesmo que o candidato não saiba quase nada a respeito do tema proposto, poderá redigir a sua redação se conseguir apropriar-se adequadamente das informações presentes nos textos motivadores. Além dos dados expostos, tais textos também provocam a reflexão sobre outros aspectos do problema e jamais devem ser ignorados. Caso ignore os textos motivadores, o candidato poderá perder informações valiosas e demonstrar que não leu a proposta da maneira correta.

*Débora Silva é graduada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas).


Reportar erro