Pipoca: qual a origem desse alimento derivado do milho?

A pipoca, na verdade, é uma velha senhora milenar, que foi introduzida na alimentação das pessoas na América e através dos índios. Saiba mais


Seja no cinema ou em uma reunião com amigos, as pipocas fazem um maior sucesso. Este alimento derivado do milho é conhecido e apreciado em todo mundo, mas pouca gente sabe de onde ele surgiu. A pipoca, na verdade, é uma velha senhora milenar, que foi introduzida na alimentação das pessoas na América e através dos índios. Inclusive seu nome deriva do tupi, “pi” que significa pele e “poka” referente a estourar. Em outras palavras, pipoca significa “estalando a pele”.

Para os europeus que desembarcam na América, os costumes do índios eram incomuns pelo fato de serem diferentes dos hábitos da Europa. Entre essas diferenças culturais estava a introdução da pipoca como alimento e adereço dos indígenas. Desta forma, os povos que chegaram nas novas terras descreviam o lanche como um alimento salgado derivado do milho e que tinha grande utilização pelos povos nativos da América.

Outras aparições da pipoca e sua história

A pipoca foi encontrada no Peru e também no que hoje é o estado de Utah, nos Estados Unidos. Estas aparições refletem na historicidade deste alimento, comprovando sua originalidade provinda das Américas. Todavia, a forma como a pipoca era preparada pelos índios passou por um processo de transformação ao longo da história.

imagem-de-casal-comendo-pipoca

Primeiramente, os indígenas colocavam as espigas de milho sobre o fogo para que elas se transformassem em pipoca. Com o passar do tempo, essa forma de preparo foi sendo aperfeiçoada, pois eles passaram a colocar apenas os grãos para a produção do alimento. Por fim, aprenderam que seria mais fácil colocar os grânulos em uma panela feita de barro para cozinhar.

Após o seu preparo, a pipoca era utilizada como alimento por todos da tribo. Porém, um fato curioso é que também eram usadas como adereços para enfeitar os cabelos dos indígenas.

Como ocorre o processo de preparo e os benefícios da pipoca?

O grão de milho explode – formando o que as pessoas conhecem como pipoca – pelo fato dele está cheio de água e ao ser colocado em um local quente tem seu tamanho expandido até resultar na explosão. Antes a pipoca era saboreada sem as pessoas terem noção de conhecimentos nutricionais. Atualmente, sabe-se que é um alimento proteico, rico em sódio, ferro, carboidratos, cálcio e fibras.


Reportar erro