Política: entenda o conceito de direita e esquerda

De acordo com o filósofo político Noberto Bobbio, ambos os lados buscam por reformas, todavia há diferenças de causas entre eles


Sempre existiu um discussão profunda sobre os lados “esquerda” e “direita” dentro da política. Partidos são criados com base nas ideologias que foram criadas como consequências dessa divisão do poder. Mas, você sabe qual a diferença entre esses dois lados? Como essas denominações surgiram e quando isso ocorreu? Estas e outras respostas você encontra a seguir.

Surgimento da ‘esquerda’ e da ‘direita na política

No século XVIII, com o surgimento do Iluminismo, veio uma onda de manifestações na França, o que ficou conhecido como Revolução Francesa. Este processo movimentou a Assembleia do país, uma vez que a burguesia junto com o apoio da população mais pobre queria intervir nos poderes do clero e da nobreza.

Os insatisfeitos propunham uma nova Constituição e para isso foi montada uma Assembleia Nacional Constituinte. Na ocasião, os nobres sentaram no lado direito para não “se misturar” com a população massiva. Enquanto isso, a burguesia e o povo das camadas mais pobres da sociedade francesa ocuparam o lado esquerdo. Por essa razão, este último foi associado à luta dos trabalhadores. Já o direito está relacionado aos direitos individuais das classes mais ricas e ao conservadorismo.

De acordo com o filósofo político Noberto Bobbio, ambos os lados buscam por reformas, todavia há diferenças de causas entre eles. A esquerda busca promover justiça social, enquanto que a direita luta por uma liberdade individual. No seu livro “Direita e Esquerda- Razões e Significados de uma Distinção Política”,  o autor afirma que “esquerda e direita indicam programas contrapostos com relação a diversos problemas cuja solução pertence habitualmente à ação política, contrastes não só de ideias, mas também de interesses e de valorização  a respeito da direção a ser seguida pela sociedade”.

Ilustração de mãos e setas sobre ideologia de direita e esquerda

Foto: Depositphotos

Adeptos aos lados políticos

De acordo com alguns historiadores, levando em consideração os posicionamentos de determinados políticos eles podem classificar-se como de direita e esquerda. Por exemplo:

Esquerda

  • Progressistas;
  • Sociais-liberais;
  • Ambientalistas;
  • Social-democratas socialistas;
  • Democrático-socialistas;
  • Libertários socialistas;
  • Secularistas;
  • Comunistas;
  • Anarquistas.

Direita

  • Capitalistas;
  • Neoliberais;
  • Econômico-libertários;
  • Conservadores;
  • Reacionários
  • Neoconservadores;
  • Anarcocapitalistas;
  • Monarquistas;
  • Teocratas;
  • Nacionalistas;
  • Fascistas;
  • Nazistas.

Reportar erro