Predicativo

Chamamos de predicativo o termo que é usado para conferir ao sujeito ou objeto uma qualidade ou característica. Consequentemente, existe o predicativo do sujeito…


Chamamos de predicativo o termo que é usado para conferir ao sujeito ou objeto uma qualidade ou característica. Consequentemente, existe o predicativo do sujeito e o predicativo do objeto, que serão explicados a seguir.

Predicativo

Foto: Reprodução

Predicativo do sujeito

O predicativo do sujeito é o termo dentro de uma oração que tem como função caracterizar o sujeito, como no exemplo a seguir: Ela entrou em casa apressada.

Neste caso, apressada é o predicativo do sujeito, pois confere à “ela”, sujeito da oração, a característica de apressada.

Outro exemplo: Ele estava muito bonito.

Neste, a palavra bonito é o predicativo do sujeito, pois assim como na frase anterior, confere à “ele”, que neste caso é o sujeito, uma característica: estar bonito.

Predicativo do objeto

Quando falamos em predicativo do objeto, estamos nos referindo ao termo que, dentro da oração, acaba por caracterizar o objeto direto da oração. Confira um exemplo abaixo:

Ela viu um homem apressado.

Neste caso, o homem é o objeto direto da oração, e apressado é a palavra que lhe confere uma característica, portanto, o predicativo do objeto.

Verbos de ligação

Chamamos de verbos de ligação aqueles que ligam o sujeito ou o objeto à sua característica, sendo atributo ou qualidade (predicativo do sujeito ou do objeto), no entanto, os verbos não conferem o significado preciso e, por isso precisam de um atributo ou qualidade.

Para entender melhor: os verbos, dependendo do contexto da oração, não possuem uma significação definida e, portanto, não são verbos significativos. Chamamos esses verbos de verbos de ligação que, por terem um significado apenas gramatical, tornam necessária a presença de um complemento especial que atribua o significado do predicado – predicativo -. Este exprime um estado ou qualidade atribuídos ao sujeito ou ao objeto da oração.

Ele está triste.

Nessa frase, o triste assume o papel de predicativo do sujeito, complementando o verbo estar, e conferindo uma característica à “ele”.

Os policiais pediam calma absoluta.

Aqui temos o absoluta como predicativo do objeto, que é calma, pois confere à calma a característica de ser absoluta.

Ser, estar, ficar, tornar-se, continuar e parecer, entre outros, são exemplos de verbos de ligação. Além deles, alguns verbos significativos podem acabar assumindo os valores dos verbos de ligação, como estar, ficar, andar, permanecer, continuar, parecer e vir, por exemplo.

Esses predicativos assumem o papel de núcleo do predicado e, por isso, quando aparecem, os predicados pode ser caracterizados tanto como nominal quanto como verbo-nominal.

  • Nominal: quando o predicativo do sujeito assume papel de único núcleo;
  • Verbo-nominal: quando existem dois núcleos, sendo que um deles é constituído pelo verbo da oração e outro pelo predicativo.

Reportar erro