Prêmio Capes pode dar a vencedor bolsa internacional

Premiação envolve 2 modalidades: Prêmio Capes de Tese e pelo Grande Prêmio Capes de Tese


Autores das melhores teses de doutorado aprovadas nos cursos de pós-graduação adimplentes e reconhecidos pelo sistema Nacional de Pós-Graduação podem concorrer ao Prêmio Capes de Tese 2017. Conforme edital publicado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a premiação reconhecerá as melhores teses defendidas em 2016. São duas modalidades: Prêmio Capes de Tese e pelo Grande Prêmio Capes de Tese.

Criado em 2005, o Prêmio Capes de Tese contempla diversas áreas de conhecimento e é elaborado com base em critérios específicos: a originalidade do trabalho; sua relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural, social e de inovação; o valor agregado pelo sistema educacional ao candidato. Duas teses em cada uma das áreas também poderão ser agraciadas com menção honrosa.

A premiação consiste em diploma, medalha e bolsa de pós-doutorado nacional de até 12 meses para o autor da tese; auxílio para participação em congresso nacional, para o orientador, no valor de R$ 3 mil; distinção a ser outorgada ao orientador, coorientador e ao programa em que foi defendida a tese. Autor e um dos orientadores da tese premiada também ganharão passagem aérea e diária para acompanhar a cerimônia de premiação, agendada para 7 de dezembro deste ano, na sede da Capes.

Prêmio Capes pode dar a vencedor bolsa internacional

Foto: Reprodução Portal EBC

Parceria

Já o Grande Prêmio Capes, instituído por meio de parceria com a Fundação Conrado Wessel, é outorgado para a melhor tese selecionada entre as vencedoras do Prêmio Capes de Tese, agrupadas em três grupos de grandes áreas. A cada ano, um cientista ilustre, brasileiro ou que se tenha radicado no Brasil, cuja pesquisa se tenha enquadrado no conjunto em que a premiação é concedida, é homenageado em cada uma das grandes áreas. Em 2017, as homenagens são para Vital Brazil, na grande área Ciências Biológicas, Ciências da Saúde e Ciências Agrárias; Casimiro Montenegro Filho, em Engenharias, Ciências Exatas e da Terra e Multidisciplinar (Materiais e Biotecnologia); e Aurélio Buarque de Holanda, nas Ciências Humanas, Linguística, Letras e Artes e Ciências Sociais Aplicadas e Multidisciplinar (Ensino). Concorrem automaticamente ao Grande Prêmio as teses selecionadas para a atribuição do Prêmio relativo à sua área.

O Grande Prêmio inclui certificado de premiação, troféu e bolsa de pós-doutorado internacional de até 12 meses para o autor da tese; auxílio para uma participação em congresso internacional, para o orientador, no valor de R$ 9 mil; certificado de premiação ao orientador, coorientador e ao programa em que foi defendida a tese; e passagem aérea e diária para o autor e um dos orientadores da tese premiada para que compareçam à cerimônia de premiação. Pela Fundação Conrado Wessel, são oferecidos três prêmios no valor de U$ 15 mil cada um para cada premiado nas três grandes áreas.

Inscrições

A pré-seleção das teses a serem indicadas ao Prêmio Capes de Tese será feita nos programas de pós-graduação das Instituições de Ensino Superior (IES). As inscrições devem ser feitas até 30 de junho deste ano. Cada programa de doutorado deverá instituir uma comissão de avaliação para selecionar a tese a ser inscrita, de acordo com os critérios estabelecidos no edital nº 18/2017.

*Do portal do MEC,
com adaptações


Informar erro