Pronomes demonstrativos

Chamamos de pronomes demonstrativos, os que situam as pessoas ou coisas em relação às três pessoas do discurso, podendo ser no tempo, no espaço,…


Chamamos de pronomes demonstrativos, os que situam as pessoas ou coisas em relação às três pessoas do discurso, podendo ser no tempo, no espaço, ou no próprio texto. Por exemplo, na frase “Você deveria ouvir este disco de vinil”, o pronome demonstrativo este é usado para referir-se ao vinil, localizando-o próximo à primeira pessoa, ou seja, à pessoa que está falando.

Confira abaixo um quadro com os pronomes demonstrativos da língua portuguesa.

Pronomes demonstrativos

Pronomes demonstrativos

O, a, os, as, quando equivalentes a isto, isso, aquele, aquela, aqueles, aquelasAlém disso, são pronomes demonstrativos:

Ex. Consideremos a frase, “Imagino o que ela já sofreu”. Neste caso, o “o” equivale a “aquilo”.

Mesmo e próprio, quando reforçam pronomes pessoais ou fazem referência a algo expresso anteriormente.

Ex. “Eu mesma vi a cena repetir-se”.

Tal e semelhante, quando equivalem a esse, essa, aquela.

Ex. Considere a frase “Em tais ocasiões é preciso prudência”. Neste caso, o tais substitui essas.

Os pronomes demonstrativos podem ser empregados em relação ao tempo, espaço e também podem ser usados como referente. Confira abaixo cada uma de suas aplicações.

Pronomes demonstrativos

Foto: Reprodução

Emprego dos pronomes demonstrativos

Em relação ao espaço

  • Este(s), esta(s) e isto indicam algo que está próximo da pessoa que fala, como demonstrado na frase: “Este relógio de bolso que eu estou usando pertenceu ao meu avô”. Neste caso, o este se refere ao relógio que está próximo de quem está falando.
  • Esse(s), essa(s) e isso se referem à algo que está perto da pessoa com quem se fala, como demonstrado no exemplo a seguir: “Carol, me alcance essa revista que está perto de você”. No caso, essa é usado para indicar a revista que está perto de quem está ouvindo.
  • Aquele(s), aquela(s) e aquilo são usados para indicar algo que está distante, tanto da pessoa que fala, como da pessoa que ouve. Por exemplo, na frase “Olhem aquela casa!”, o aquela é usado para referir-se à casa que está distante de todos.

Em relação ao tempo

  • Este(s), esta(s) e isto indicam o tempo presente em relação à pessoa que fala, como no exemplo a seguir: “Esta tarde irei ao supermercado”.
  • Esse(s), essa(s) e isso indicam o tempo passado próximo ao momento da fala, como na frase a seguir: “Essa noite dormi mal, tive pesadelos”.
  • Aquele(s), aquela(s) e aquilo indicam um afastamento de tempo, um tempo remoto, como na frase: “Naquele tempo, os jovens de famílias ricas iam estudar na França”.

Quando são usados como referência

  • Este(s), esta(s) e isto referem-se a algo que ainda vai ser falado, por exemplo “São estes assuntos que precisamos tratar: finanças e férias”.
  • Esse(s), essa(s) e isso são usados para fazer referência a algo que já foi citado anteriormente, conforme o exemplo: “Sua participação nas Olimpíadas, isso é o que mais queremos agora”.
  • Este e aquele são usados quando se faz referência a termos já citados, como no exemplo: “Pedro e Paulo são alunos que se destacam na classe: este pela rapidez com que resolve os exercícios de matemática, aquele pela criatividade na produção de textos.

Reportar erro