Qual o país com a maior população de presos do mundo?

Os números são correspondentes ao primeiro semestre de 2014 e foi divulgado pelo Ministério da Justiça, através do ICPS


Estados Unidos possuem um contingente de 2,2 milhões de presos, o que faz deste país o primeiro na lista das nações com as maiores populações carcerárias do mundo. Este número é correspondente ao primeiro semestre de 2014 e foi divulgado pelo Ministério da Justiça, através de uma pesquisa feita pelo Centro Internacional para Estudos Prisionais (ICPS), no ano passado.

Ainda de acordo com esta relação, que é a mais recente até então, o EUA é seguido pela China com 1,6 milhão de presidiários. Em terceiro lugar, aparece a Rússia, tendo como contingente 673.800. Logo depois, ocupando a quarta colocação tem-se o Brasil com seus 607.700 presos. Isso quer dizer que a cada 100 mil brasileiros, 300 vivem em regime carcerário.

Situação carcerária dos Estados Unidos

Para se ter uma ideia, existem mais norte-americanos atrás das grades do que em dormitórios de faculdades. Os dados impressionam, mesmo levando em consideração o sistema de justiça rígido ao qual o país é conhecido. Ainda segundo os dados da pesquisa elaborada pelo ICPS, a cada 100 mil habitantes dos Estados Unidos 698 estão vendo o “sol nascer quadrado”.

Imagem de mãos de preso em grade de prisão

Foto: Depositphotos

De todos os 2,2 milhões, estima-se que 500 mil estão condenados a prisão perpétua. Todavia, por incrível que pareça, a criminalidade do país caiu significativamente se comparada há 20 ou 30 anos. Mas, qual seria o fator de crescimento no número da população carcerária? Para estudiosos sociais, a causa seria as penas elevadíssimas, desproporcionais aos crimes e a quantidade dos delinquentes menores. Outro dado importante a ser relatado é que, de todos os presos estadunidenses, 9% são mulheres e 6% são estrangeiros.

Para tentar humanizar o sistema penal dos Estados Unidos e deixá-lo mais funcional, o presidente Barack Obama propõe um pacote de medidas. Entre os pontos levantados pelo norte-americano estão: criar novos programas de ajuda para os presos e melhorar os que já existem, e facilitar a reinserção dos ex-reclusos. Além disso, o presidente luta para conseguir diminuir as penas e flexibilizar juntamente com juízes outras formas formas de punição.

Outros países da lista

Após os Estados Unidos, figura a China com exatamente 1.657.812 detentos (no ano da pesquisa). Rússia aparece em terceiro e o Brasil ocupa a quarta posição. Dentre os estados brasileiros com a maior concentração de população carcerária são: São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. A pesquisa divulgada pelo Ministério da Justiça preocupa, isso porque a punição no Brasil parece ter cor. Apesar da violência ser cometida por qualquer pessoa, a população carcerária divide-se por cor, em que 67,1% dos presos brasileiros são negros e 31,3% brancos.


Reportar erro